Apple processada por infringir patente de câmara dupla

A Coreophotonics, uma empresa israelita que desenvolve a tecnologia de câmara dupla, decidiu processar a Apple. A ação judicial deu entrada no Tribunal distrital dos EUA no norte da Califórnia, onde pertence Cupertino. A Coreophotonics afirma que a Apple está a utilizar as suas tecnologias no iPhone 7 Plus e no iPhone 8 Plus. Na queixa, não existe qualquer menção ao iPhone X, talvez pelo facto deste dispositivo só ter sido lançado na última sexta-feira.

Esta empresa israelita apresentou a sua tecnologia de câmara dupla na edição do Mobile World Congress do ano passado. Aí revelou como as imagens de ambos os sensores poderiam ser combinadas para se obter uma imagem mais detalhada, incluindo um zoom óptico de até 5x.

Na acção agora colocada em tribunal, os israelitas dizem que receberam “notícias encorajadoras e obtiveram feedback muito positivo” por parte da Apple. No entanto não passou disso e não se conseguiu chegar a um acordo ao nível da patente. A Apple
alegadamente tinha conhecimento das patentes, mas o negociador responsável afirmou que levaria anos e muitos milhões de dólares até se conseguir chegar a um acordo.

Entretanto em 2015, a Apple adquiriu a LinX Imaging, outra empresa israelita especializada em câmaras de abertura múltipla para dispositivos móveis. A Apple provavelmente utilizou esta tecnologia nos três dispositivos de câmara dupla.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

1 comentário em “Apple processada por infringir patente de câmara dupla”

Deixe um comentário