Xiaomi: perigo escondido no sensor de impressões digitais!

A tecnologia tem destas coisas. O que normalmente é uma evolução, rapidamente se torna num alvo de diversos perigos como vamos perceber já a seguir. Nos smartphones da atualidade, como por exemplo, nos equipamentos da Xiaomi são raros os que não vêm com um sensor de impressões digitais. Ora, se forem dos tradicionais não há qualquer problema. A questão é quando se tratam daqueles que estão integrados no ecrã como revela uma nova descoberta.

Leia também:

Estados Unidos apertam o cerco! Xiaomi em apuros?

Xiaomi: perigo escondido no sensor de impressões digitais!

O novo perigo foi descoberto por um dos entusiastas que partilhou as suas descobertas no Reddit. Dito isso, ele afirma que nas definições escondidas do Xiaomi Mi 9T, está a possibilidade de se ver aquilo que a micro-câmara que está no sensor ótico de impressões digitais localizado no ecrã captura. O vídeo que revela como tudo isto funciona pode ser visto neste post no Reddit.

Xiaomi impressões digitais

É verdade que a qualidade da imagem e a resolução estão longe da perfeição. Assim, não vai conseguir ver muita coisa. No entanto, apesar disto, um elemento do XDA-Developers, Mishaal Rahman, acredita que isto pode ser muito perigoso. Na verdade pode ser considerada como uma vulnerabilidade ameaçadora que deve ser bloqueada. Aparentemente isto não tem nada a ver com o sensor, propriamente dito. A questão está no próprio firmware.

Xiaomi impressões digitais

Neste momento a Xiaomi ainda não reagiu a esta descoberta e não há qualquer informação acerca da possível correção desta eventual falha que está nos sensores de impressões digitais colocados no ecrã. O que é certo é que terá mesmo de ser resolvida!

Lembro que a Xiaomi tem utilizado os sensores de impressões digitais integrados no ecrã em vários dispositivos. Desde os gama-média até aos topos de gama. Entre eles está o smartphone Xiaomi Mi 9T, onde foi feita a descoberta.

Os smartphones estão cada vez mais avançados. Assim, já fazem tudo da mesma forma que os computadores, sendo que alguns deles até chegam a ter mais memória que muitos PCs. No entanto, os avanços também trazem perigos como foi possível percebermos nesta nova descoberta. Resta agora ao fabricante fechar esta porta para que com o passar do tempo não hajam surpresas.

Não perca nenhuma informação importante. Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir ou no símbolo da estrela no canto superior direito.

Subscrever

Outros artigos

YouTube Music facilita voltarmos a ouvir algumas músicas

Grande parte do sucesso das plataformas de streaming deve-se...

Google Maps: saiba o que representam todas as cores

As cores no Google Maps têm significados diferentes e...

Como enviar mensagens SMS a partir do computador

Na correria do dia-a-dia todos os segundos contam e...

Chrome 105: todas as novidades da última versão!

A Google agora costuma lançar novas versões do Chrome...

Windows 11: como definir um perfil de energia

O Windows 11 da Microsoft vem preparado para todos...
mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.