Mi Watch

A Xiaomi lançou o Mi Watch no mês passado com um design que se assemelha ao Apple Watch. Logo após o lançamento, a gigante da tecnologia deu a entender que este smartwatch iria receber a sua primeira atualização OTA a partir de 3 de dezembro. Entretanto, a Xiaomi partilhou alguns detalhes sobre como obter a atualização e algumas das novidades que a atualização traz.

Xiaomi Mi Watch já recebeu o primeiro update! Veja o que muda!

A atualização é uma atualização OTA (ou seja, será disponibilizada automaticamente) e será lançada entre 3 e 5 de dezembro. Para a obter, abra as configurações do relógio. Depois vá a sistema e por fim a sobre. Depois clique em atualização do sistema e verifique se a atualização foi enviada para a sua unidade. Se houver, a atualização será descarregada automaticamente.

A atualização leva este dispositivo para a atualização mais recente que tem o número XM037. É recomendável que faça este update através da conectividade Wi-Fi. Também deve desligar o Bluetooth e colocar o relógio no suporte de carregamento. Isto se a bateria estiver fraca.

Mi Watch já

Foi lançada a App Xiaomi Wear para iOS de modo a melhorar a experiência de utilização neste sistema operativo. O emparelhamento também foi melhorado.

Entretanto foi resolvido um problema com o congelamento do relógio nos primeiros minutos, logo após o emparelhamento.

Entretanto também foram resolvidos problemas com as notificações. Em determinadas ocasiões ele deixava de as receber.

Lembramos que o smartwatch da Xiaomi vem com um ecrã quadrado protegido por vidro de safira. O painel é AMOLED e tem 1,78 polegadas com 326 PPI. A parte traseira do dispositivo é feita de cerâmica.

Temos entretanto uma coroa à direita que pode ser usada para navegarmos pela interface do relógio. Além da coroa, está também presente um botão multiusos e um microfone no lado direito. À esquerda, está outro orifício para o microfone e ainda um altifalante. O Mi Watch possui um corpo em alumínio com acabamento fosco. Entretanto, possui curvas mais pronunciadas que o Apple Watch.

Na parte inferior, estão os pinos que permitem o carregamento e também o sensor de batimentos cardíacos.

Leia também:

Fossil Gen5 – Finalmente! Um peso pesado para o mercado WearOS

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.