Vírus que controla o smartphone Android está em Portugal

É a última coisa que queremos mas infelizmente é mesmo possível. É que a mais recente ameaça permite que controlem à distância o nosso smartphone Android. O novo malware chama-se Hook e ate já está a ser vendido por criminosos da Dark Web. Isto significa que podemos esperar muitos ataques do género em breve. Assim todo o cuidado é pouco!

Vírus que controla o smartphone Android está em Portugal

O novo malware é promovido pelo criador do Ermac, um cavalo de troia bancário para Android que custa cerca de 5000 Euros por mês e ajuda a roubar os dados de acesso a mais de 467 bancos e respetivas aplicações. Isto através de páginas de login sobrepostas. Entretanto apresenta também muitas semelhanças com a ameaça bancária. No entanto é bastante mais evoluído como refere a empresa Threatfabric.

Uma das grandes diferenças para aquelas ameaças “mais simples” que só imitam o login dos bancos, é que esta tem um módulo que permite controlar o smartphone infetado à distância. Ou seja, o nosso aparelho pode começar a fazer várias coisas que na realidade não foram feitas por nós. Escusado será dizer que isto pode dar origem a muitos problemas. Especialmente se forem realizadas ações ilegais. Para além disso como estão a controlar o nosso smartphone à distância até conseguem realizar com facilidade transferências bancárias e introduzirem o pin de autorização que recebemos por SMS. Afinal de contas têm acesso a tudo!

Mas há mais perigos guardados nesta ameaça. É que integra inclusivamente uma espécie de explorador de ficheiros que permite aos criminosos verem o que temos no smartphone e descarregarem os ficheiros que quiserem.

- Advertisement -

Android, xHelper, malware

Outra questão está relacionada com o WhatsApp. Dito isto, o malware consegue deitar a mão a todas as mensagens do WhatsApp e até permite enviá-las através da conta da vítima. É como se alguém deitasse a mão ao nosso equipamento para fazer uma espécie de Olá Mãe e Olá Pai com outras pessoas.

Mas os perigos não ficam por aqui. É que também se torna possível seguir a localização da vítima. Ou seja, muitas razões de preocupação.

Vários países sobre ataque

Existem já alguns países sob ataque como é o caso dos Estados Unidos, Espanha, Austrália, Polónia, Canadá, Turquia, Reino Unido, França, Itália e Portugal.

Estas infecções são muitas vezes provocadas por aplicações que descarregamos, em alguns casos até mesmo de lojas oficiais como a Play Store. Quando instaladas tentam levar as pessoas a darem-lhes permissões para acederem a conteúdos sensíveis. Instala uma app e esta pede este mundo e o outro. A maioria das pessoas não liga a isso e diz que sim.

Na segunda exploram-se as vulnerabilidades nos smartphones. Através delas é possível ter acesso a informações sensíveis e ainda a privilégios de administração. Ou seja, neste caso já não é necessário que as pessoas aprovem o que quer que seja. Entram e pronto.

Play Store para a Google

Os sinais de alerta

É necessário que as pessoas estejam muito atentas a estes sinais. Isto pode fazer a diferença entre um roubo de dados e de dinheiro enorme e uma enorme paz de espírito. É a isto que tem de estar atento.

Publicidade a aparecer constantemente, seja qual for a aplicação que está a usar

De facto, este é um enorme sinal de alerta. A publicidade surge e ocupa normalmente o ecrã inteiro ou a parte inferior em qualquer app. Quer esteja no Facebook, no Instagram, na app do banco ou a navegar na Internet.

Android smartphone perigo

Instala uma aplicação e o ícone desaparece imediatamente

Estas aplicações têm algo diferente das outras e por isso muitas pessoas pensam que nem sequer as instalaram. É que quando estão a ser instaladas, surge um aviso a dizer que ocorreu um problema na instalação. Depois o ícone desaparece. Assim a pessoa pensa que ela não está no smartphone, mas na realidade está. Algumas destas ameaças não  roubam dados do utilizador. No entanto, dão cabo da utilização do smartphone. Somos bombardeados com publicidade que depois nos redireciona para portais suspeitos e esses sim, até podem tentar apoderar-se dos nossos dados.

A bateria está a gastar-se muito depressa!

Este é um dos grandes sinais de que algo não está bem. Se até aqui tudo funcionava sem problemas e a bateria durava muito e de repente deixou de funcionar é sinal que alguma coisa mudou. Aplicações a correrem de forma secreta no smartphone ocupam recursos. Como tal, estes recursos fazem com que a bateria se gaste mais depressa. Em alguns casos muito mais depressa.

android, Android smartphone perigo

Encontra apps que não reconhece no smartphone

Com tantas apps que se vai instalando é normal que surja algo no smartphone que não reconhecemos de tempos a tempos. Mas uma coisa é uma aplicação aqui e ali. Outra questão é quando estão sempre a surgir novas apps e sobretudo estranhas. Se costuma ver apps desconhecidas no seu smartphone, não seja meigo e apague já.

Tem ficheiros bloqueados

O ransomware bloqueia ficheiros nos smartphones Android. No caso de estar infetado é provável que possa tentar aceder a algo e não consiga. No entanto, mais tarde ou mais cedo vai saber. Isto porque será pedido um resgate.

Ainda assim o melhor que pode fazer para evitar este malware que controla o seu smartphone Android é não descarregar apps fora da loja Play Store.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.