USB 4.0 traz consigo suporte a velocidades de transferência de 40Gbps


Por em

Apesar dos ‘standards’ USB 3.0, 3.1 e 3.2 ainda não terem conquistado completamente o mercado, parece que nós (Os Utilizadores) já nos podemos preparar para o que vem a seguir, o USB 4.0 Gen1.

O USB 4.0 tem como grande objetivo, simplificar a plataforma, que ficou uma confusão autêntico após o lançamento do standard 3.0

Portanto, apesar das grandes vantagens do USB 3.0, a sua nomenclatura foi tudo menos clara, o que acabou por não ajudar na adoção da tecnologia. Assim, para facilitar todo o processo, a USB-IF decidiu chamar as portas USB 3.0 (5Gbps) de SuperSpeed USB, portas USB 3.1 (10Gbps) de SuperSpeed USB 10Gbps e finalmente as portas USB de 20Gbps de USB 3.2 Gen2x2. Então, e as novas portas USB 4.0?

USB



O standard USB 4.0 é oficial e tem como objetivo oferecer todos os benefícios do USB 3 através de um único conector USB-C

Em suma, em comparação com o agora ‘velhinho’ USB 3, o novo USB 4 não está apenas focado na velocidade! Apesar de a aumentar significativamente na mesma arquitetura dual-simplex.



Ou seja, o USB 4 vai oferecer uma grande atualização na maneira como os periféricos comunicam. Então, com o novo standard, periféricos ligados a computador ‘host’ irão ser capazes de partilhar a largura de banda disponível.

Além disto, a nova plataforma irá também reter a compatibilidade com os atuais produtos USB e Thunderbolt. Trazendo também para cima da mesa carregamento de 100W e suporte a dois ecrãs de 4K (60Hz).

A designação do USB 4 é ‘USB4’, apesar das mudanças na nomenclatura dos standards anteriores.

Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião, nos comentários em baixo.

Fonte


Os processadores podem estar prestes a ter um ‘Boost’ brutal!

7nm, nano-tubos

Se por acaso não conhece a Lei de Moore, esta diz que um processador irá duplicar a sua contagem de transistores de 2 em 2 anos. O que claro está, irá resultar num aumento brutal de performance no mesmo espaço de tempo.

No entanto, já há algum tempo que esta ‘lei’ anda a ser violada… Graças aos limites daquele que é o material mais utilizado nos processadores atuais, o silício.

Leia o resto do artigo aqui.

Leia também

Ou veja mais notícias de Especiais, Hardware

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Play Store: Lista de aplicações e jogos com desconto esta semana!

Xiaomi Mi MIX 4 e MIUI 11 chegam a 24 de Setembro!

Seguinte