Tem CPU Intel? Windows Defender está a dar cabo da performance

A equipa de desenvolvimento do TechPowerUp encontrou um bug bug extremamente curioso, capaz de afetar todas as máquinas baseadas em processadores Intel (desde 2008), e claro, nos Sistemas Operativos Windows 10 e 11 da Microsoft.

Afinal de contas, o bug está relacionado com a suíte de proteção Windows Defender, incluída em todas as instalações do SO.

Tem um processador Intel? O Windows Defender está a dar cabo da sua performance

Intel, core

Portanto, como deve imaginar, qualquer software de proteção, por mais leve e eficiente que seja, vai acabar por ter sempre um qualquer tipo de impacto negativo na performance do seu aparelho computacional, seja este um computador, ou um smartphone. No entanto, neste caso, o impacto é demasiado significativo para ser algo ‘normal’.

Por exemplo, um processador Intel Core i9-10850K, a 5.0GHz, perde 1000 pontos no benchmark Cinebench, ou seja, 5~% da sua performance total. Uma perda de performance que também pode ser encontrada noutros processadores i9, i7, i5 e até i3, tanto nas suas versões Desktop, como também nas versões mobile. Aqui temos de salientar, este bug apenas afeta processadores Intel, a AMD está completamente safa deste problema.

O que está a acontecer?

Por alguma razão, o Windows Defender está a ligar todos os seus mecanismo de proteção relacionados com os processadores Intel (7), e em intervalos de tempo aleatórios, está a tentar mudar os modos de funcionamento de todos estes indicadores. Este bug aparece inicialmente no boot do Windows, e posteriormente, em intervalos de tempo completamente aleatórios.

De forma muito resumida, o Windows Defender está a ocupar ciclos de processamento do processador, sem qualquer razão aparente.

Como corrigir?

 Para evitar a perda de performance, pode simplesmente desativar a monitorização em tempo real do Windows Defender, o que claro está, não é de todo recomendado, porque pode ter implicações sérias na proteção do seu sistema. Ou então, utilizar a versão 9.5 do ThrottleStop, que agora conta com uma funcionalidade denominada de ‘Windows Defender Boost’. Apenas precisa de o utilizar na inicialização do sistema, e depois esquecer que este programa existe.

O programa é desenvolvido pela equipa do TechPowerUp, a mesma exata equipa que também é responsável pelo CPU-Z e GPU-Z. Por isso, pode estar à vontade e confiar no software.

Entretanto, é muito provável que toda a situação já tenha chegada aos ouvidos da Microsoft, e visto que o bug parece estar mais no lado do Windows, e menos no lado do hardware da Intel, as equipas já deverão estar a preparar uma correção para implementação na próxima grande atualização.

Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Já tinha notado alguma lentidão? Vai seguir os conselhos da equipa? Partilhe connosco a sua opinião acerca de tudo isto nos comentários em baixo.

Não perca nenhuma informação importante. Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir ou no símbolo da estrela no canto superior direito.

Subscrever

Outros artigos

Se anda de trotinete pode ter de pagar estas multas!

Não há dúvida que as trotinetes são bastante úteis....

AMD Ryzen 7 7700X sorriu para as câmeras!

Como deve saber, a AMD está a preparar-se para...

Windows 11 22H2: a nova versão chega a 20 de Setembro!

Quem andava ansioso pela nova versão do Windows 11,...

Para estar seguro não basta apagar o histórico do Chrome!

Pelas mais variadas razões podemos ter necessidade de apagar...

Android: resolva agora os problemas mais comuns!

O Android é um sistema operativo muito intuitivo, fiável...
mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.