Samsung prepara-se para arrasar a concorrência em 2020

A Samsung está numa fase de muito sucesso e ao contrário do que aconteceu com muitas empresas a pandemia ajudou a cimentar ainda mais os resultados em 2020.

A empresa divulgou uma previsão de que o seu lucro no terceiro trimestre será de cerca de 12,3 trilhões de won, ou seja, 10,6 mil milhões de dólares. Isto é um aumento de 58% em relação ao mesmo período do ano passado. A Samsung também reportou que a receita da empresa aumentou quase 5%, para 66 trilhões de won, ou seja, 57 mil milhões de dólares.

Samsung prepara-se para arrasar a concorrência em 2020

Este otimismo e tais indicadores são especialmente interessantes tendo em conta o facto de a empresa ter registado uma redução dos lucros de 56% ao longo do ano. A Samsung não especificou o que influenciou estes resultados, mas, provavelmente, o crescimento foi devido à alta procura pelos produtos da empresa. As pessoas passam mais tempo em casa e como tal sentiram necessidade de atualizar os seus produtos.

Samsung 2020

É que esta empresa sul-coreana vende mais smartphones e TVs do que qualquer outra marca. Mas não são só os produtos de retalho que estão no caminho certo. A Samsung tem um excelente negócio de venda de chips de memória para fabricantes de dispositivos em todo o mundo.

Nos últimos meses, o desenvolvimento de chips da Samsung recebeu um impulso dos data centers. A receita de vendas de peças aumentou 13% no segundo trimestre para 18,2 trilhões de won.

No final de agosto, a Samsung recuperou a liderança no mercado de smartphones. De acordo com os analistas da Counterpoint Research, a gigante sul-coreana controla 22% do mercado de dispositivos móveis. Esta é uma conquista interessante. O primeiro semestre deste ano foi bastante difícil. Tudo devido à pandemia e crise do coronavírus. Mas parece que a situação está gradualmente a estabilizar.

Samsung 2020

As sanções norte-americanas também ajudaram a Samsung. Ao colocarem a Huawei para baixo e praticamente sem acesso a nada, a gigante coreana cresceu.

No entanto, como refere o site GizChina, a Samsung deve o seu sucesso principalmente ao mercado indiano, onde conseguiu consolidar a sua posição.

A Apple estava em terceiro lugar no final de agosto. Isto com uma participação estimada em 12%. Na quarta posição está a Xiaomi com 11%.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Leia também