Redmi K20 arrasa o Xiaomi Mi 9 no AnTuTu! O que se passa?

Xiaomi Mi 9

Redmi K20 arrasa o Xiaomi Mi 9 no AnTuTu! Depois da Xiaomi ter dado uma bicada ao novo topo-de-gama da OnePlus, o OnePlus 7 Pro, tendo como base o Redmi K20, eis que há mais novidades. Agora que já foi confirmado que este smartphone terá o processador Snapdragon 855, eis que os resultados apareceram no AnTuTu e arrasam tudo.

K20

O modelo K20 aparece com um resultado espantoso no AnTuTu

De facto, a pontuação revelada pelo CEO da Redmi é escandalosamente alta, mesmo para um smartphone com chipset Snapdragon 855. O modelo K20, com o nome de código Raphael, atingiu 458.754 pontos no AnTuTu.

Isto é excepcionalmente alto, já que a maioria dos equipamentos com o Snapdragon 855 conseguem menos de 400K nos mesmos testes. Apenas para fazermos uma pequena comparação, o Mi 9, que é um dos melhores topos-de-gama no AnTuTu, tem uma pontuação média de 370,00 pontos. Ou seja, inferior ao conquistado pelo Redmi K20.

Realmente isto é surpreendente e resta-nos conhecer o preço para percebermos em que segmento este dispositivo se vai situar.

Para além disso, o factor preço vai-nos ajudar também a perceber contra quem vai concorrer. Inicialmente chegou-se a pensar que o K20 deveria ser o próximo Poco F2. No entanto, parece que este não será o caso. É que em países onde o POCO é um peso-pesado, como por exemplo na Índia, o K20 está a ser anunciado como K20.

Se os leaks estiverem correctos o K20 vai chegar com em diversas variantes. A primeira terá 6 GB de RAM + 64 GB de armazenamento. A segunda, 6 GB de RAM + 128 GB de armazenamento. Já a terceira terá 8 GB de RAM + 128 GB de armazenamento. Por fim, o quarto modelo vem com 8 GB de RAM + 256 GB de armazenamento.

Entretanto, o Redmi K20 Pro e o K20 são alimentados pelo chipset Snapdragon 855. Isto já foi confirmado.

Os dois deverão integrar um ecrã S-AMOLED Full HD+ de 6,39 polegadas sem monocelha. Dito isto, deverão integrar uma câmara pop-up. O sensor escolhido para esta câmara frontal deverá ter 20 megapixéis.

Já a parte traseira do smartphone deve apresentar uma configuração de câmara tripla. O sensor principal deve apostar nos 48 megapixéis. 

Ao nível das baterias ambas devem ter 4.000mAh com suporte para carregamento rápido de 27W. Algumas informações afirmam que o dispositivo pode chegar com suporte para o Android Q beta.