Primeiras falhas chegam aos novos Samsung Galaxy S10

Samsung Galaxy S10

Atualizada: Hoje ao vestir umas calças mais claras consegui reproduzir este problema. De facto, tinha registado números, aberto apps e afins, tudo sem me aperceber. Eventualmente a Samsung deverá resolver esta questão com uma atualização de software.

Aparentemente estão a surgir os primeiros problemas com os novos Samsung Galaxy S10. Os posts estão a aparecer a grande ritmo no Reddit e segundo reporta o site PhoneArena nos fóruns oficiais da Samsung.

O que se passa com o sistema de proteção contra toque nos novos Samsung Galaxy S10? 

A primeira queixa e mais prevalente é que o sistema de proteção contra toque acidental não está a funcionar convenientemente. A ideia desta opção é impedir que o ecrã fique ativo quando o equipamento está num bolso ou num mala. Assim não ligamos para ninguém acidentalmente, nem começamos a escrever nada no ecrã nem a tirar fotografias.

novos Samsung Galaxy S10

As falhas nos novos Samsung Galaxy S10 começam pelo sensor de proximidade

Ora, não se sabe o que se está passar, no entanto quando os utlizadores tiram o S10 do bolso ou da mala, ele está com vários números escritos. Por vezes até tira capturas de ecrã, abre aplicações e liga a lanterna.

Entretanto toda esta atividade que está a decorrer com o S10 no bolso está a levar a que a bateria aqueça e que se gaste muito mais rapidamente do que deveria.

novos Samsung Galaxy S10

Inclusivamente isto já levou a alguns problemas conforme relata este site. Um proprietário do Galaxy S10 não percebeu que o seu smartphone ligou para o número de emergência da polícia. Assim, pouco depois, encontrou a polícia à sua porta.

Em suma, os sintomas principais estão a ser smartphones quentes, menor duração de bateria e chamadas indesejadas.

Um utilizador do Galaxy S10 apresentou uma teoria interessante. Segundo ele, o sensor de proximidade pode estar a conseguir captar luz através das calças, mantendo, por isso, o ecrã ligado. Lembramos que este sensor foi desenvolvido para desligar o ecrã quando algo está próximo ao monitor.

Assim, desliga o ecrã quando está em uma chamada ou coloca o dispositivo no seu ouvido, para economizar bateria e evitar toques acidentais.

novos Samsung Galaxy S10

Lembramos que o iPhone original da Apple foi o primeiro smartphone a disponibilizar esta funcionalidade.

Entretanto o mesmo utilizador que teve esta dia resolveu testá-la. Assim cobriu com a mão o sensor de proximidade e o ecrã já nem ligou. Aparentemente é um problema de calibração do equipamento. Se for é bom, porque pode ser resolvido por software.

Entretanto os outros problemas que estão a ser reportados centram-se mais na duração da bateria dos novos Samsung Galaxy S10. 

Algo que parece ser uma solução com algum consenso é que desativar o Always-on e também o toque duplo para acordar parece resultar muito bem.

Mas nem todos os utilizadores do Galaxy S10 que desativaram essas configurações tiveram sucesso. Embora os moderadores do fórum da Samsung estejam certamente cientes desse problema, ainda não houve reação da própria Samsung. O que é certo é que este fabricante já deve estar a trabalhar numa solução para o problema.

Em prol da Samsung o que podemos dizer é que o Nuno Oliveira anda com um Samsung Galaxy S10+ e eu com um Galaxy S10 e ainda não tivemos qualquer destes problemas.

Olhando para os fóruns e para o Reddit vejo que a maioria dos utilizadores que estão a reportar esta situação são norte-americanos. Será que este problema estará apenas presente nas unidades americanas com chipset Snapdragon?

Atualizada: Hoje ao vestir umas calças mais claras consegui reproduzir este problema. De facto, tinha registado números, aberto apps e afins, tudo sem me aperceber. Eventualmente a Samsung deverá resolver esta questão com uma atualização de software.