Inicio Auto Os carros autónomos vão ser melhores na defesa a condutores idiotas

Os carros autónomos vão ser melhores na defesa a condutores idiotas

Os carros autónomos vão ser melhores na defesa a condutores idiotas – Quem anda na estrada, sabe que muitas vezes é mais difícil ter o volante nas mãos do que ver a nossa equipa de futebol a falhar um remate isolado a 2 minutos do final da partida quando o resultado está 0-0.

Ok, eu sei que é uma piada futebolística idiota… Mas não tão idiota como alguns condutores menos responsáveis que andam todos os dias na estrada.



Ao fim ao cabo, muitas vezes andamos com o coração nas mãos, sempre com um olho no burro e outro no cigano… Com um profundo medo, sem nunca saber bem o que poderá acontecer! Basta uma decisão menos boa de um condutor ao nosso lado, à nossa frente ou atrás de nós, e estamos automaticamente a correr perigo de vida.

Pois bem, esta é a grande vantagem da próxima geração de automóveis! É que os veículos autónomos vão ser mais eficientes na previsão de más decisões nos condutores à nossa volta.

Os veículos autónomos vão ser melhores na defesa a condutores idiotas!

carros autónomos

Se achava que os carros autónomos com toda a sua inteligência artificial eram muito melhores que um condutor tradicional está um pouco enganado… Afinal de contas, até aqui, todos os carros autónomos tinham em consideração que todos os condutores na estrada conduziam da mesma exata maneira. O que simplesmente não é verdade.

Contudo, uma equipa de investigadores do MIT (CSAIL) conseguiu chegar a novas soluções. Ou seja, examinando o problema, começaram a conseguir prever o comportamento de outros condutores na estrada utilizando técnicas de psicologia social. Posteriormente, alimentaram o algoritmo de IA com estes dados, de modo a que este consiga distinguir os condutores com duas categorias muito básicas: “Colaborativo ou Competitivo.”

Assim, desta maneira, o sistema foi capaz de começar a prever alguns movimento de forma mais eficaz nos movimentos de mudança de faixa, viragens repentinas, etc… Ao fim ao cabo, a Inteligência Artificial melhorou em 25%!

Em suma, é uma investigação bastante interessante e com muito potencial. Ainda assim, antes que possa ser implementada na estrada, ainda faltam várias fases de teste.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Fonte

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Leia também

Netflix: Away é a série que nunca deveria ter ido embora!

O Netflix, para mim, é sem dúvida a melhor plataforma de streaming de sempre. Claro que gosto igualmente do Disney+, mas por enquanto a...

PS Now prepara-se para receber novos jogos! Já cheira a natal!

Tal como acontece todos os meses, a PlayStation Now prepara-se para receber novos jogos na sua plataforma. Deixando os jogadores numa posição ainda mais...

(Primeiras Impressões) POCO M3: Até a sair da caixa impressiona!

(Primeiras Impressões) POCO M3: A Xiaomi gosta sempre de impressionar nas gamas mais baixas do mundo dos smartphones, mas este novo POCO M3 é...

Boas notícias! Globaldata tem a RTX 3060 Ti a pouco mais de 400€

As gigantes das placas gráficas NVIDIA e AMD impressionaram forte e feio em 2020, ao serem capaz de apresentar novas gamas de placas gráficas...

(Especial/Análise) 8Gb, 16Gb ou 32Gb de RAM? Qual é a diferença?

(Especial/Análise) 8Gb, 16Gb ou 32Gb? - Comprar um PC nunca é uma tarefa fácil, especialmente se formos fazer uma build personalizada, onde a escolha...