OLED? Afinal que tecnologia é esta que começa a invadir o mercado


Por em

Hoje em dia, é bem provável encontrar painéis OLED em todo o lado! Seja em smartphones, smartwatches, televisões e até portáteis.

Mas afinal, o que é a tecnologia OLED?

A sigla OLED significa ‘Organic Light Emitting Diode’, e descreve um tipo de painel, tal e qual como o LED, LCD, Plasma ou CRT. É bastante diferente de outros tipos de painéis, mas a ideia continua a ser a mesma.

Ecrã LG OLED enrolável

Em suma, um ecrã OLED ajuda a trazer realidade e imersão para as imagens ou vídeos que aparece à frente dos seus olhos. Aliás, é bem provável que o OLED seja a próxima grande evolução no mundo do entretenimento!

Afinal de contas, temos melhor qualidade de imagem, consumo de energia mais baixo, e tempos de resposta superiores.

Então… Porquê é que ainda não tenho um TV OLED em casa?

A resposta é super simples, são ainda extremamente caras para o mais comum dos mortais. Mas isto está lentamente a mudar!

OLED Televisão

Caso não saiba, a Sony que foi no fundo uma das pioneiras nesta tecnologia, voltou a apostar nesta tecnologia com a Bravia A1E OLED e a Sony A8F. Similarmente, a Philips também voltou a apostar no mercado de TVs com a OLED 802 e OLED+ 903. A Panasonic também duplicou os seus esforços, enquanto a LG é um dos maiores fornecedores destes painéis a nível global.

Qual é a diferença entre um painel OLED e um painel LCD/LED?

TUDO! OLED significa ‘Organic Light-Emitting Diode’, onde “organic” se refere ao filme de carbono que se encontra dentro do painel antes do vidro.

A grande diferença está na maneira como cada pixel é iluminado.

Ou seja, ao contrário de um painel LCD, um qualquer pixel OLED emite a sua própria luz, depois de receber algum tipo de corrente. Assim, um ecrã LCD precisa de uma ‘backlight’, uma fonte de luz externa, enquanto num ecrã OLED, cada píxel emite a sua própria luz.

Portanto, num LCD tradicional o ‘backlight’ ilumina todo o painel de forma uniforme. Logo, qualquer que seja a cor apresentada, vai sempre existir uma luz branca por detrás, incluindo a cor preta.

O mesmo não acontece num ecrã OLED, visto que como cada píxel tem a sua própria fonte de luz. Portanto, se for apresentada uma imagem com várias partes pretas, todos os pixeis presentes nesse segmento da imagem, irão ficar com uma corrente igual a 0 volts. (Desligados)

O que não só representa uma série poupança no consumo de energia, como também irá ajudar na imersividade e qualidade da imagem apresentada.

Então, são estas as vantagens de uma TV OLED? Não! Ainda há mais!

OLED TV

Além de uma imagem super vibrante, devido aos pretos realmente pretos, e brancos realmente brancos… Ainda temos os tempos de resposta e fluidez da imagem. O que quer dizer, que é o painel ideal tanto os fãs de cinema, como para os jogadores.

Afinal de contas, um ecrã OLED é capaz de oferecer uma taxa de atualização de 0.001ms! O que para referência, é 1000 vezes mais rápido que um painel LCD tradicional.

E claro, temos de aliar tudo isto a um espessura mínima!

Em suma, temos pretos profundos, brancos brilhantes, cores precisas e vibrantes, temos de resposta brutais… Numa televisão super fina e leve!

Quanto é que custa uma TV destas?

Esta tecnologia está cada vez mais barata! Mas em boa verdade, ainda está bastante longe daquilo que um consumidor normal pode pagar.

Mas temos boas notícias neste campo, é que aparentemente foi descoberta uma nova técnica de produção, que poderá aumentar os níveis de produção até uns estrondosos 12x.

Portanto, com uma produção mais robusta, e eficiente, os preços deverão baixar bastante já a partir de 2020.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião, nos comentários em baixo.

Leia também

Ou veja mais notícias de Especiais, Featured, Música, Cinema e TV

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

O melhor carregador rápido sem fios da Xiaomi a 20€

Sony Xperia 20: Especificações já chegaram à internet! Mais do mesmo?

Seguinte