PS5

O mundo das consolas já está rendido à nova geração (PS5 e Xbox Scarlett), apesar de não saber ainda grande coisa acerca das potencialidades dos novos aparelhos da Sony e Microsoft. Afinal de contas, o ‘hype’ à volta das novas consolas está a chegar aos níveis máximos!

Dito isto, a Sony sabe que os fãs querem saber mais informações o mais depressa possível. Por isso, está a jogar com um jogo bastante interessante, para conseguir meter a PlayStation 5 na boca de todos os jogadores, sem gastar um único centimo em eventos ou publicidade.

Afinal de contas, a Sony voltou a revelar informações acerca da PS5, através de uma nova entrevista à revista Wired

ps5

Portanto, desde que a primeira PlayStation chegou ao mercado, que a estratégia de nome tem sido super simples… PS1, PS2, PS3 e PS4. Por isso, como seria fácil de adivinhar, a nova consola vai ter o nome de PlayStation 5 (PS5). Segundo o próprio Jim Ryan da Sony, é um nome fácil de dizer, e por isso foi a escolha mais indicada… Até porque já está na boca e cabeça de todo o mundo.

A Sony PlayStation 5 vai chegar ao mercado nas ‘Holidays’ de 2020 para tentar responder à procura pelo imediato da nova geração de jogadores



O que é a procura pelo imediato?

A atual geração de jogadores, quer as coisas imediatamente prontas para si. Até nos jogos mobile, é necessário que o download seja rápido, e que fique apenas a alguns toques de distância! Caso contrário, o jogador passa logo para uma outra forma de entretenimento. E pelos vistos, a PS5 vai conseguir oferecer uma experiência… No imediato!

Mas vamos por partes! Como deve saber, a Sony não revelou grandes detalhes acerca da sua consola, desde da última entrevista com a Wired em Abril. Aliás, a empresa nem sequer meteu os pés na E3 2019, evento em que a Microsoft decidiu revelar vários detalhes acerca da sua Xbox Scarlett.

Altura em que ficámos a saber, que tal e qual como a PS5, a nova Xbox irá contar com um SoC AMD, baseado num CPU Ryzen e um GPU Navi. Similarmente, a Microsoft também irá apostar num SSD ‘Custom’ super rápido para acabar com os tempos de loading nos videojogos modernos.

Mas agora, chegou a altura dos responsáveis máximo pelo projeto PS5 partilharem mais alguns detalhes… Começando imediatamente pelo suporte à tecnologia Ray-Tracing.

Portanto, nos últimos meses muitas têm sido as questões relativamente ao suporte Ray Tracing da consola PS5. Com muitos especialistas a acreditar que o suporte vai ser apenas em software e não em hardware. Contudo… Estavam errado, a PlayStation 5 vai mesmo suportar Ray-Tracing através de hardware dedicado no GPU AMD Radeon.

Posteriormente, tivemos mais alguns detalhes acerca do SSD que irá equipar a consola.

PlayStation 5

Quanto ao SSD que irá equipar a PlayStation 5, Mark Cerny afirma que não é apenas a velocidade da drive que irá transformar o mundo dos jogos. A eficiência é também um dos maiores culpados.

Afinal de contas, num jogo como Spider-Man, existem pedaços de informações repetida cerca de 400 vezes no disco. E claro está, o SSD que irá equipar a PlayStation 5, irá deixar de lado a necessidade de passar por cima desta informação centenas de vezes, o que não só irá poupar espaço no disco, como também irá aumentar dramaticamente a velocidade de leitura. (Estamos a falar de dados como postes de iluminação, peões não relevantes para a história, etc…)

A partir de agora, vai ser possível instalar apenas partes de um jogo! Como por exemplo, se comprou Call of Duty para jogar apenas a componente online, poderá apenas instalar a versão MultiPlayer do jogo. Aliás, pode instalar tudo, mas no fim do modo história, pode apagar apenas esta parte do SSD da consola.

A interface de utilização da consola vai ser muito diferente, em relação à PS4!

Uma das maiores queixas dos utilizadores, tem a ver com o fato da Interface da PlayStation 4 ser demasiado estática. Falta mais informação, falta mais interação. E pelos vistos, é isso que a PS5 vai trazer para cima da mesa.

Dêem as boas vindas ao comando DualShock 5! (Nome ainda não confirmado)

Segundo o entrevistador, o comando é super parecido ao atual DualShock 4. Se esquecer-mos o pequeno ‘buraco’ no meio do comando, que pelos vistos irá servir de microfone para o assistente virtual que está prestes a chegar ao mercado com a PS5.

Mas além disto, temos duas grandes novidades! Primeiramente, a vibração vai mudar significativamente, com a empresa a apostar agora na tecnologia ‘Haptic Feedback’, em vez do tradicional ‘Rumble’. Desta maneira, será possível sentir um feedback completamente novo vindo do periférico principal da consola, o DualShock 5. Aliás, segundo a Sony, até vai ser possível sentir as texturas do terreno, enquanto a sua personagem corre num campo aberto ou num pântano cheio de lama.

Posteriormente temos os ‘Adaptive Triggers‘, que vão marcar presença nos botões L2/R2. Ou seja, estes botões vão começar a ter uma resistência que poderá ser programada pelos estúdios de cada jogo. A ideia aqui é oferecer uma sensação mais real quando está a acelerar ou a travar um carro. Ou quando simplesmente está a apontar uma seta em combate como faz em Horizon Zero Dawn.

Curiosamente, uma versão deste comando deveria ter chegado ao mercado com a PS4 Pro… Mas a empresa acabou por optar por não o fazer, visto que poderia mudar significativamente a experiência dos jogadores entre consolas.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Fonte

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.