Inicio Especiais O 5G mal chegou... Mas o 6G já está a espreitar!

O 5G mal chegou… Mas o 6G já está a espreitar!

As redes de nova geração 5G ainda mal chegaram ao mercado… Aliás, ainda nem sequer tive um smartphone com suporte a esta conexão nas minhas mãos. (Apesar já existirem alguns no mercado)

No entanto, apesar do 5G ainda estar a tentar entrar no mercado, lidando com várias dificuldades (Especialmente depois de tudo o que aconteceu com a Huawei.) Parece que o 6G já começa a espreitar.

Acaba por ser curioso, é que o 5G mal chegou ao mercado de telecomunicações… Mas o 6G já começa a espreitar!



Portanto, apesar da disseminação do 5G estar a ser lenta, o desenvolvimento do 6G continua. Afinal de contas, até já sabemos como vai ser o logo deste tipo de conexão! Ora veja:

o 6G

Então, foi o fabricante Chinês Vivo Mobile que acabou de registar um logo para as redes 6G, junto da EUIPO (European Union Intellectual Property Office). Sim, acabou de registar… Tudo isto aconteceu no dia 22 de Outubro.

O 5G é super rápido, isso já sabemos! Então, e o 6G? Qual é a grande novidade?

Se o 5G é super rápido, o 6G vai ser um autêntico carro de Fórmula 1! Trazendo um novo mundo de possibilidade para o mercado das telecomunicações. Contudo, não espere ver o 6G no mercado nos próximos 10 anos. É que o standard apenas deverá ficar completo em 2030.

o 6G

Dito isto, nas suas capacidades máximas, o 5G oferece velocidades de ligação a rondar os 1-2.5GB/s. (Estamos a falar de condições perfeitas). Ainda assim, a maioria dos utilizadores deverá usufruir de conexões à volta dos ~200MB/s, o que já é brutal! Permitindo a possibilidade de fazer streaming a vídeo 8K 60FPS sem grandes problemas.

Pois bem, o 6G deverá oferecer qualquer coisa como 1TB/segundo em condições perfeitas… O que é realmente incrível!

Assim, se acha que ter uma Internet em casa de 200MB é muito bom. O 6G vai rir na sua cara, provavelmente a rebolar no chão. Afinal, vamos ter velocidades ‘normais’ à volta dos 50-100GB/s. O que é que isto permite? Conteúdo multimédia 32K a 240FPS? WoW!

É provável que o mundo em 2030 seja bastante diferente do que conhecemos em 2019. Especialmente na ligação sem fios à Internet. Visto que vamos ter quantidades de dados completamente insanas a serem trocadas por esse mundo fora.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Fonte Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Quer receber notificações gratuitas no seu smartphone ou computador sempre que lançamos um novo artigo? Clique aqui.

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia também

Windows 10: novo update vai corrigir as duas últimas atualizações!

A Microsoft está a testar um novo update que vai resolver diversos bugs na atualização de Outubro de 2020 (20H2) e também na de...

É desta que o Microsoft Edge bate de vez o Google Chrome!

Nem sempre foi assim mas atualmente podemos dizer que o browser é das aplicações mais importantes no Windows. Neste campo há três grandes destaques....

Galaxy Z Fold 3: uma nova S Pen e uma grande novidade no vidro

Já referimos na Leak que a Samsung deve fazer ajustes aos painéis dos smartphones dobráveis. Tudo com o objetivo de que eles suportem a...

Google Maps tem uma novidade para quem anda de bicicleta

O Google Maps merece a confiança de milhões de utilizadores. De facto, ajuda muito nas questões de navegação e está mais completo do que...

Uber oferece proposta milionária pela Freenow! Será medo?

Quando aqui falamos que a pandemia de COVID-19 afetou mesmo todos os setores económicos, não estamos de maneira nenhuma a brincar. Afinal de contas,...