NVIDIA

NVIDIA vai dar suporte RTX às antigas placas GTX 10 e novas GTX 16! – A NVIDIA teve ontem, a sua clássica Keynote na GTC! Uma apresentação, que conseguiu chegar às 3 horas de duração, com várias demos e novas funcionalidades em exposição.

No entanto, o mais curioso destas longas 3 horas, foi mesmo o facto da NVIDIA se sentir ‘obrigada’ a adicionar suporte à tecnologia Ray Tracing, nas suas antigas placas gráficas ‘Pascal’ (GTX 10), bem como nas novas GTX 16

Uma decisão, que chega depois da AMD ter sugerido suporte a Ray Tracing a nível de software. Bem como da demo Neon Noir da Crytek, que não necessita de hardware dedicado para conseguir o afamado Ray Tracing em tempo real.



Portanto, a NVIDIA vai adicionar este suporte, através de uma atualização de drivers.

GTX 10

Mas, é preciso ter em consideração, que a performance não irá ter nada a ver com o que as novas RTX 20 oferecem. E que além disso, este Ray Tracing, apenas irá ser suportado nos motores de jogo Unity e Unreal.

Afinal de contas, como a NVIDIA afirma, o modo DXR, não corre da mesma maneira, nas placas ‘Pascal’, visto que a ‘velhinha’ arquitetura, apenas consegue fazer os cálculos necessário em FP32. Que é bastante mais lento do que aquilo que as Turing RTX conseguem fazer, graças aos núcleos RT (FP32 + INT32).

Exemplo em baixo: (Metro Exodus)

Dito tudo isto, Dragon Hound, um jogo MMO mostrado pela NVIDIA na CES. Irá ser um dos primeiros títulos a suportar DXR nas placas gráficas GTX.

Sendo posteriormente seguido, pelos títulos que já suportam a tecnologia, como Battlefield V e Shadow of the Tomb Raider.

Será que era este o ‘salto’, que a tecnologia Ray Tracing precisava? 


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião, nos comentários em baixo?

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.