Novo Lexus UX promete agitar a Europa! Saiba porquê!


Por em

O novo crossover da Lexus, o UX, foi apresentado em Genebra, depois do Concept meio estranho que nos foi apresentado em 2016.

Protótipo do UX apresentado em 2016!

Como podem ver acima, o crossover tinha uma visão “super futurista”, demasiado até (na minha opinião). Mas agora a Lexus revelou o que irá ser então o carro de produção, em Genebra.

Este será (em principio) o carro de produção final!

O carro apresenta linhas muito mais modestas e discretas, com a enorme grelha frontal, presente na maior parte dos Lexus desta geração. A única coisa que me preocupa aqui, é aquele detalhe em preto nos arcos e saias do carro, pois este parece ser a vertente desportiva (visto que tem a insígnia F-sport de lado) mas os detalhes fazem  lembrar plástico.

A Lexus afirma que o UX irá ter a sua maior presença de mercado na Europa, considerando que as vendas dos pequenos SUV e crossovers está em alta. Chika Kako, engenheira-chefe do UX, afirma ainda que o “típico” crossover seria aborrecido, então com o UX querem oferecer ao condutor uma experiência de condução mais refinada e desportiva, apontando a performance como um dos grandes pontos de venda.

A automóvel Japonesa diz que o carro vai atrair pessoas “jovens e com um espírito aventureiro”

A Lexus, aparentemente comparou o seu carro ao nível de desempenho tanto com os pequenos SUV das grandes alemãs (X1 da Bmw, o GLA da Mercedes e o Q3 da Audi), como os compactos das mesmas (o Série 1 da Bmw, o classe A da Mercedes e o A3 da Audi).

Em termos de motorização podemos contar com os novos motores 2.0 a gasolina, e quanto aos carros hibridos que destacam a marca, podemos contar tanto com versões FWD e AWD.

Ainda não nos foram disponibilizadas nenhumas informações em relação aos preços.

Foto: autoevolution.com

Leia também

Ou veja mais notícias de Auto

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

MediaTek: Os smartphones de topo ainda são muito caros

Resistência à água do iPhone 8 Plus pode estar comprometida

Seguinte