Windows 10

Bem, escusado será dizer que 2019 não está mesmo a ser o ano do Windows 10… Afinal de contas, os utilizadores do Sistema Operativo da Microsoft até já têm medo de atualizar as suas máquinas, tal é a probabilidade de encontrarem erros catastróficos no seu PC.

Dito isto, desde que a atualização cumulativa KB4517389 foi lançada no início do mês. Que vários utilizadores afirmam que as suas máquinas ficaram mais lentas, e que por vezes, até pode aparecer o temido ecrã azul da morte (BSOD).

Nova atualização do Windows 10 está a causar erros críticos! Problemas na inicialização e BSOD são alguns dos sintomas



Windows 10

Portanto, a maioria dos relatos vêm diretamente do fórum da Microsoft. Assim, quando o ecrã azul aparece, os utilizadores vão poder ver a mensagem de erro a mencionar o processo “cldflt.sys”, que pelos vistos faz parte do Microsoft OneDrive, o serviço de armazenamento na Nuvem da empresa responsável pelo Windows. (Ainda assim, um dos moderadores já veio a público afirmar que os problemas não são causados pela aplicação de armazenamento)

Qual é a solução?

Entretanto, se o seu PC não conseguir inicializar (nem no modo de segurança -> Safe Mode), então vai ter de utilizar um ponto de restauro, ou instalar o Windows 10 de novo. No caso do ecrã azul, apenas precisa de desinstalar a atualização KB4517389.

2019 não está mesmo a ser fácil para o Windows 10 e as suas atualizações

Afinal de contas, muitos têm sido os artigos a apontar para erros e problemas estranhos nas mais recentes atualizações do Windows 10. Aliás, até alguns ex-empregados da gigante do software já vieram a público tentar explicar a situação.



Ao fim ao cabo, é normal existirem bugs num software tão complexo como este. Contudo, acaba por ser ridículo ver a quantidade de problemas que estão aparecer nos últimos meses. Afinal, qualquer nova atualização traz um problema novo, que é posteriormente resolvido numa outra atualização, que por sua vez traz outro problema… É um ciclo infinito!


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.