NASA apanhou finalmente uma estrela a devorar um planeta

Os sistemas planetários não nascem da noite para o dia. Quando as estrelas se formam e começam a puxar detritos para dentro da sua órbita, parte desse material eventualmente agrupa-se para formar planetas novos, sendo que a gravidade desses corpos puxa cada vez mais material que determina o tamanho que um planeta poderá ter. No entanto, a vida não é fácil para os planetas jovens, e os astrónomos sabem que as estrelas e até mesmo alguns planetas têm o hábito de dizimar mundos menores.

Agora, pela primeira vez, a NASA pode ter captado uma estrela a “alimentar-se” de um planeta. Graças ao poderoso Chandra X-ray Observatory, que foi lançado em 1999, os cientistas acreditam que conseguiram descobrir porque é que uma estrela que estudavam ocasionalmente escurece, e por períodos cada vez mais longos.

Acredita-se que a estrela, chamada RW Aur A, seja muito jovem e sua localização a apenas 450 anos-luz da Terra permitiu que os astrónomos a estudassem ao longo de muitas décadas e o comportamento tem sido estranho. Fica escura durante mais vezes e por períodos mais longos de tempo.

O Observatório permitiu que os investigadores estudassem o escurecimento com mais detalhe do que nunca. Os dados mais recentes deram aos cientistas motivos para acreditarem que o escurecimento é causado por uma nuvem crescente de detritos que estão a rodear a estrela, e esse material é provavelmente o que resta de um planeta jovem que a estrela está a destruir.

“As simulações por computador previram há muito tempo que os planetas podem cair numa estrela jovem, mas nunca tinhamos observado isto antes”, explica Hans Moritz Guenther, do MIT, e principal investigador do estudo. “Se a nossa interpretação dos dados estiver correta, esta seria a primeira vez que observamos diretamente uma jovem estrela a devorar um ou mais planetas.”

O estudo refere que o jovem planeta provavelmente colidiu com outro corpo menor, e que o impacto foi suficiente para fazer com que tanto o planeta como o objeto desconhecido caíssem na estrela.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Quer receber notificações gratuitas no seu smartphone ou computador sempre que lançamos um novo artigo? Clique aqui.

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Deixe um comentário