Japão tem (muitos) mais carregadores que carros elétricos!

O mundo automóvel está a passar por uma autêntica revolução elétrica, com todas as fabricantes, incluindo aquelas que mais resistência têm apresentado à mobilidade elétrica na última década, a apostar em novos modelos 100% elétricos, ou de alguma maneira, apoiados por algum tipo de eletrificação.

No entanto, como é normal, cada mercado tem o seu ritmo de adoção quando o tema são novas tecnologias. Especialmente neste caso, que além de termos de convencer os consumidores a abandonar os “velhinhos” e confiáveis automóveis a combustão, temos também de investir em infraestrutura, tanto em nossas casas para conseguirmos carregamentos rápidos, como também na rua, de forma a ser possível abastecer um carro elétrico em qualquer altura do dia.

Dito tudo isto, no campo da infraestrutura, o Japão é um inegável exemplo! Afinal de contas, há mais carregadores que carros elétricos! E aparentemente, também são bem mais baratos que os nossos!

Japão tem (muitos) mais carregadores que carros elétricos!

Portanto, se por ventura tem um carro elétrico, e já andou aos berros dentro do seu automóvel, por não ter um carregador perto de si, ou pelo facto de o preço de carregamento ser um autêntico roubo fora de casa. Fique a saber que no Japão existem postos a mais!

Ou seja, enquanto em Portugal, e na verdade, em toda a Europa, a adoção a esta ‘revolução’ está a acontecer a um ritmo lento. No Japão, foi basicamente uma explosão! De tal forma, que até já existem planos para a remoção de alguns carregadores, de forma a baixar os custos de manutenção.

Dito isto, caso não saiba, em 2011, o Governo Japonês anunciou um plano em que reservou cerca de 770 milhões de euros para a construção de pontos de carregamento. No entanto, como os consumidores não aderiram à tendência, as coisas vão agora ter de fazer marcha à ré. Afinal de contas, no mercado Japonês, apenas 1.2% das vendas equivalem a veículos puramente elétricos.

Entretanto, em números puros e duros, em 2021, o Japão conta com 29200 estações de carregamento. O que na verdade equivale a uma redução de 1000 pontos face ao ano anterior. Porquê menos postos? Bem… As tecnologias de carregamento evoluem, e como tal, alguns postos têm de receber manutenção, ou têm de ser completamente renovados. Um investimento que começa a não fazer sentido pela sua falta de utilização. Por isso, alguns acabam mesmo removidos.

Ainda assim, a aposta do Governo continua, com planos para chegar aos 150 mil postos de carregamento elétrico até 2030. Agora esta esperar que nessa altura, existam mais de 150 mil veículos elétricos nas estradas, neste pais.

 

Siga a Leak no Google Notícias e não perca todas as informações mais importantes.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.

Artigos relacionados