Já conhece o Mate 20 Pro por fora. Agora veja-o por dentro!


Por em

Após o lançamento da série Huawei Mate 20 em Londres, o fabricante chinês lançou-o no seu país de origem, no dia 26 de outubro. O novo Huawei Mate 20 Pro vem com melhorias significativas em relação ao antecessor, o Huawei Mate 10 Pro. As principais diferenças estão no desempenho, mas também no design. Hoje, vamos vamos olhar para a parte interna e vamos ficar a saber que afinal é bastante fácil de reparar. Isto é sem dúvida uma mais valia, comparativamente à dificuldade que existe em reparar diversos dispositivos no mercado.

Uma encaixe complexo mas fácil de desmontar

Na primeira desmontagem feita pelo site ZOL, foi revelado que o encaixe interno de todos os elementos é complexo, mas não é difícil desmontá-lo com as ferramentas certas. Há muitas outras surpresas, como o vislumbre do Kirin 980 a trabalhar na motherboard.

O Huawei Mate 20 Pro é o primeiro dispositivo que combina a impressão digital no ecrã com a análise facial 3D. A Huawei fez um excelente trabalho na montagem dos componentes internos do dispositivo.

Uma placa-mãe protegida contra poeiras e outros elementos

A Huawei utilizou um escudo na placa-mãe para a proteger contra poeira e outros elementos perigosos. Por baixo, este fabricante adicionou o Kirin 980 com 8 GB de RAM LPDD4RX que operam a 2133 MHz. Também podemos ver um adaptador WiFi e uma porta MIMO 2 × 2.

Acima, podemos ver um módulo de armazenamento interno UFS 2.1 de 128GB, juntamente com chips de potência diferentes. O módulo de câmara frontal com sensor de 24 megapixéis, sensor infravermelhos, sensor de luz e outros elementos podem ser vistos na foto abaixo.

Na parte traseira, está um módulo de câmara tripla. Destaca-se o sensor primário de 40 megapixéis (f / 1.8) e uma câmara secundária de 20 (f / 2.2). Podemos ver todos os três módulos de câmara com estabilização ótica de imagem.

No geral, todos os componentes, estrutura e materiais utilizados são de qualidade superior.

Destaca-se ainda a bateria não amovível de 4200 mAh e ao nível da conetividade o suporte para Wi-Fi, GPS, Bluetooth, USB tipo C, Active 4G e VoLTE.

Via

Leia também

Ou veja mais notícias de Android

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Etiquetas
Anterior

Samsung Galaxy S10 pode matar a análise da íris. Saiba porquê!

Confirmado o tamanho oficial do ecrã dobrável da Samsung

Seguinte