(IPTV) Como é que se transformou num fenómeno da pirataria?

Existe um monte de desinformação no mundo IPTV, e claro, muito boa gente pronta a ganhar bom dinheiro de formas nem sempre completamente legais. (Que por vezes passam completamente ao lado dos utilizadores menos informados).

Pois bem, esta primeira frase resume perfeitamente o mundo do IPTV em várias regiões do globo, especialmente em Portugal e no Brasil. Aliás, caso não saiba, em terras Brasileiras, até uma rede de supermercados foi apanhada a vender boxes com software pronto a desbloquear 8 mil canais de televisão a um preço irrisório.

Mas como é que as coisas chegaram a este ponto? Como é que o IPTV ficou automaticamente ligado à pirataria?

iptv pirataria



Portanto, antes de mais nada, o que é o IPTV? É que temos de perceber primeiramente que IPTV não é igual a pirataria. Ou seja, a sigla significa apenas ‘televisão transmitida pela Internet’. E claro está, como deve saber, existem várias maneiras de transmitir sinal de TV pela internet!

Antigamente, era pelo ar com as tradicionais antenas. Posteriormente passou a ser por satélite com antenas parabólicas gigantescas nas nossas varandas ou telhados. Pois bem, e agora é pela Internet, através de fibra ótica ou cabo coaxial. Com estes mesmos cabos a serem capazes de transmitir o sinal da Internet e também os dados que contêm os canais de televisão pertencentes ao seu pacote contratado.

É por isso que não é só a TV da sala que é IPTV, os serviços de streaming também são IPTV, exemplos disto mesmo são a Netflix, HBO, Disney+, etc… Pois bem, é aqui que começa a parte complicada, visto que com a chegada do IPTV e facilidade de partilha de informação na Internet, temos vários indivíduos e por vezes até empresas, a montar infra-estruturas pensadas apenas para a distribuição do sinal de canais ‘Premium’.

Muito resumidamente, o indivíduo ou empresa consegue acesso a milhares de canais de TV, quase sempre de forma ilegal, e de seguida distribui esse mesmo sinal para vários subscritores ligados ao seu servidor. Era por isso que antigamente as ‘boxes’ eram muito populares, servindo essencialmente para a descodificação deste mesmo sinal. No entanto, agora que temos smartphones, tablets, PCs e até smartTVs, estas caixinhas são agora inúteis. É possível instalar a aplicação em qualquer um destes aparelhos e ver o que bem entender.

Em suma, a tecnologia IPTV representa uma parte do futuro das transmissões de TV no mundo inteiro, oferecendo uma qualidade de imagem brutal, bem como uma gama gigantesca de canais. Mas, quando associada à pirataria, pode significar problemas para quem vende e também para quem compra.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

MacBook Pro 2021: Primeiro portátil com ‘notch’?

Passámos os últimos dias a dizer que o MacBook Pro de 2021 tem um grande potencial para mudar completamente o mercado de portáteis. Sabe...

Windows tem cada vez mais ataques de ransomware. Faça já isto!

O Ransomware é um problema que se tem vindo a tornar cada vez mais grave a cada dia que passa. É por esse motivo...

Gmail: há contas a serem espiadas! Descubra se a sua é uma delas

Sempre que um computador sai das suas mãos, quer porque fica numa casa onde há mais pessoas, ou então porque está no seu local...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!