Inicio Especiais Intel a sofrer, enquanto a Qualcomm e Apple dominam?

Intel a sofrer, enquanto a Qualcomm e Apple dominam?

O mundo dos processadores mobile está em constante evolução, sendo agora capaz de oferecer níveis de performance brutais, com um gasto energético bastante em conta em relação aos tradicionais processadores de Destkop e Portáteis, onde a Intel é claramente referência.

Dito isto, a Apple está agora a planear ‘cortar’ relações com a Intel, para apostar nos seus próprios processadores ARM para a gama de computadores Mac e MacBook. Uma decisão que não só mete os utilizadores a pensar, como também pode ser o início de uma mudança profunda no mundo dos computadores.



Mas como é que isto acontece? A Intel está parada em relação à concorrência?

Qualcomm e Apple

Portanto, a Intel não está bem ‘parada’, mas está bem ‘presa’ ao processo de 14nm há quase 5 anos. O que por sua vez impede a gigante Norte Americana de apresentar as suas arquiteturas mais recentes e mais avançadas, devido ao facto destas terem sido pensadas para os processos de produção mais avançados, como o de 10nm ou 7nm.

Muito resumidamente, como o processo de produção não mudou, a Intel viu-se obrigada a re-utilizar a mesma arquitetura durante 5 anos (Kaby Lake, Coffee Lake, Coffee Lake Refresh e Comet Lake). O que significa isto? Ganhos muitos pequenos de IPC, algo que curiosamente até permitiu uma re-aproximação da AMD no campo dos processadores x86. (O que é na verdade muito positivo para o mercado de PCs, visto que ter duas grandes fabricantes fortes, é muito melhor que ter a Intel no poleiro, com o monopólio nas suas mãos).

Continuando… Porquê os 14nm durante 5 anos? Os 10nm foram afetados por vários (e sérios) problemas no rendimento e desempenho de cada transístor. Devido a isso, a Intel viu-se impossibilidade de escalar a produção para níveis massivos, por não conseguir frequências altas, ou um elevado número de núcleos em cada die. É exatamente por isto que os 10nm até já estão no mercado, mas apenas no mundo dos portáteis. (Que não é um mundo tão exigente)



Enquanto a Intel sofre, a Apple e a Qualcomm estão a ter um sucesso brutal no mundo dos processadores mobile! 

Qualcomm e Apple

Antes de mais nada, ao contrário da Intel, a Apple, Qualcomm e restantes empresas como a HiSilicon (Huawei), não dispôem de linhas de produção próprias. Ou seja, apesar de serem responsáveis pelo design dos seus SoCs, não têm de investir forte e feio na pesquisa e desenvolvimento de novos nós de produção… Em suma, não produzem os seus próprios processadores!

A única coisa que têm de fazer, é negociar a produção com outras empresas, como é o caso da TSMC, SMIC ou Samsung Foundry. 

Dito isto, hoje em dia, a grande maioria dos ganhos de performance de um chip vêm através da evolução do processo de produção dos transístores. Assim, os processos de produção ‘menores’ (10nm, 7nm, 5nm, 3nm), não só têm uma performance superior, como também consomem menos energia. Ou seja, além de serem mais eficientes, é possível aumentar as frequências sem chegar ao mesmo nível de consumo ou de dissipação de calor.

É neste campo que estamos a ver os CPUs mobile a aproximarem-se daquilo que a Intel oferece. No entanto, a história não fica apenas por aqui… A própria arquitetura em que estes chips se baseiam também conta muito, mas isso é uma história para outro dia (ARM vs x86).


Intel a sofrer, enquanto a Qualcomm e Apple dominam? – Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo. Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Quer receber notificações gratuitas no seu smartphone ou computador sempre que lançamos um novo artigo? Clique aqui.

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Leia também

WhatsApp recebe imagens autodestrutivas! Veja como funciona

O WhatsApp tem estado a testar uma novidade de imagens autodestrutivas nos últimos meses. As primeiras provas surgiram pela primeira vez no início deste...

Windows 10 recebe patch com lista monstruosa de correções

Depois da pequena lista de correções de bugs do Patch Tuesday de setembro para a atualização do Windows 10 de outubro de 2020 (versão...

Android 11 na TV: o que está presente na nova versão!

A Google está a acompanhar o lançamento do Android 11 com muitas novidades. Dito isto, foi lançada uma nova versão do Wear OS, o...

Galaxy Note 20 vs Galaxy Note 20 Ultra: qual é mais resistente?

Embora pertençam à mesma gama, existem algumas diferenças entre o Galaxy Note 20 e o Galaxy Note 20 Ultra. Eles usam diferentes ecrãs, câmaras,...

Com medo dos 825GB da PlayStation 5? Ainda bem!

Se há coisa que assusta na nova geração de consolas, principalmente na PlayStation 5 que apenas conta com 825GB de capacidade de armazenamento na...