Imprimir coisas no Windows vai ser bem diferente!

A Microsoft está a preparar uma grande mudança na forma como os fabricantes de impressoras, e seus produtos, interagem com o Windows. Ou seja, dentro de alguns anos, o sistema operativo da gigante Norte-Americana vai deixar de fornecer qualquer meio “oficial” para a distribuição de drivers de terceiros.

A ideia é melhorar a segurança e a fiabilidade das operações de impressão. Mas, tudo vai depender do suporte de cada fabricante.

Imprimir coisas no Windows vai ser bem diferente!

Portanto, a Microsoft acabou de anunciar uma mudança revolucionária para todo o ecossistema de impressão baseado no Windows.

Ou seja, a gigante tecnológica decidiu pôr fim às operações de manutenção oficiais fornecidas através do Windows Update, transformando essencialmente os controladores de impressora de terceiros numa espécie de software em risco. No entanto, a coisa não acontecer já. As fabricantes, bem como os utilizadores, vão ter muito tempo para se adaptarem ao novo normal. (Começa em 2023, e termina em 2027).

Porquê tanta importância? Porque o fim do plano de manutenção de drivers vai mudar a forma como tudo sempre funcionou no mundo da impressão.

De forma muito resumida, não serão fornecidos novos controladores de impressora aos utilizadores através do serviço Windows Update até 2025. Porém, as drivers existentes continuarão a ser atualizadas. Dito tudo isto, em 2026, os controladores de impressora terão uma ordem de classificação inferior à do controlador de classe IPP oficial do Windows. Finalmente, em 2027, os controladores de terceiros deixarão de ser permitidos no Windows Update, exceto para correções importantes relacionadas com a segurança.

Porquê esta mudança?

O Windows 10 21H2 introduziu o suporte para dispositivos de impressão compatíveis com Mopria em interfaces de rede e USB através do driver de classe IPP da Microsoft, explica a Microsoft. O Mopria é um padrão da indústria concebido para fornecer operações de impressão e digitalização sem problemas em PCs e dispositivos móveis. Isto enquanto o Internet Printing Protocol (IPP) gere as comunicações entre dispositivos clientes (PCs, smartphones) e impressoras através de uma porta IPP.

A Microsoft sugere que, graças ao suporte Mopria e ao seu controlador nativo IPP, o Windows já não precisa de controladores de terceiros para gerir corretamente impressoras, scanners e dispositivos multifunções.

Os fabricantes terão de fornecer a sua própria aplicação UWP através da Microsoft Store se quiserem personalizar a experiência de impressão dos utilizadores, e mover a personalização da estrutura Win32 para a UWP irá aparentemente melhorar a fiabilidade e o desempenho para todos.

Siga a Leak no Google Notícias e não perca todas as informações mais importantes.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.

Artigos relacionados