Huawei p30

A Huawei apresentou o Mate 30 e o Mate 30 Pro no mês passado com o Android 10. No entanto, como sabe, não tem acesso aos serviços da Google devido à proibição comercial nos EUA. É verdade que esta situação pode mudar nos próximos meses. No entanto, caso nada mude a Huawei já tem uma estratégia montada para os próximos topos-de-gama e que se estreia com o Huawei P40 Pro.

Huawei P40 Pro pode chegar com dois sistemas operativos

O Harmony OS é uma plataforma muito versátil que tem a capacidade de suportar diferentes tipos de aplicações. Falamos concretamente de HTML 5, Linux e Android.

E como é que se pode aumentar rapidamente o número de instalações deste sistema operativo? Através de um truque que a Huawei tem na manga, conforme refere o site HuaweiAdvisor.

Huawei P40 Pro pode

A confirmar-se este fabricante está a preparar-se para enviar o novo sistema operativo para os seus dispositivos com suporte para arranque duplo. Já a partir do Huawei P40 Pro. Isto é sem dúvida uma boa ideia. Quem quiser continua a usar Android. Quem não quiser pode arrancar com o sistema operativo HarmonyOS. É dar o poder de escolha aos utilizadores, sem lhes tirar nada. Isto ao mesmo tempo que aumenta em larga escala o número de instalações.

Os testes já começaram mas estão numa fase inicial. Quanto aos modelos que vão receber este arranque duplo, ainda não há certezas. No entanto, serão escolhidos com base na compatibilidade e desempenho.

Lembramos que no início deste ano, o Departamento de Comércio dos EUA colocou a Huawei numa espécie de lista negra com base em alegações de que a empresa chinesa instala backdoors nos seus equipamentos de rede, o que representa uma ameaça à segurança nacional dos Estados Unidos. Esta medida restringe praticamente todas as empresas americanas de terem qualquer tipo de relação comercial com a empresa chinesa. Assim, a Huawei não deixou de poder trabalhar com a Google. Foi assim que o Mate 30 ficou sem a Play Store e outras aplicações.

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.