O Homem vai deixar de existir!? Desaparecimento do cromossoma Y!

Existe um mundo em Genética Humana, onde macromoléculas, promotores e outros factores “trabalham” silenciosamente . Esta área não está tão acompanhada pelo público em geral contudo, é fascinante! A espécie humana tem 23 pares de cromossomas, cujo 23º define-se por par dos cromossomas sexuais, cromossoma Y e X.

Na palestra “O Declínio e a Queda do Cromossoma Y e o Futuro do Homem” a famosa geneticista Jennifer Graves, falou sobre a fragilidade da estrutura do cromossoma Y relativamente ao X.

Além disso, acrescenta que há 3 milhões de anos, o cromossoma Y tinha 140 genes enquanto que agora tem apenas 100.

Geneticamente as mulheres apresentam os cromossomas sexuais XX enquanto que, os homens XY. Entre todos os cromossomas homólogos, a diferença entre cromossomas sexuais é a maior… Isto é, o Y é bastante mais curto!

cromossoma y, genética humana, homem, extinção

Em suma, o macho da espécie humana está, literalmente, a extinguir-se! Pelo menos como o conhecemos.

De acordo com o estudo, a diminuição do cromossoma Y está a ocorrer lentamente mas de forma notória. Estima-se portanto, que a extinção dar-se-à daqui a 5 milhões de anos.

Apesar deste decréscimo, o cromossoma Y apresenta algumas estratégias inerentes que lhe permitem desacelerar este processo. Entre as quais, um processo de amplificação de determinadas porções génicas responsáveis pelo  funcionamento dos órgãos sexuais masculinos, assim como pelas estruturas palíndromo. Estas estruturas são géneros de capicuas, sequências nucleotídicas do DNA que podem ser lidas para a frente ou para trás. Assim sendo, se um gene for danificado estes mecanismos permitem a hipótese de recuperação.

Uma das preocupações dos cientistas foi o gene SRY, responsável pela determinação do sexo do embrião, uma vez que este está contido no cromossoma Y.

Graves, defensora incisiva que o cromossoma irá realmente desaparecer alega um exemplo da natureza. Existem 2 espécies de ratos-espinhudos que perderam completamente o cromossoma Y no entanto, houve uma tranferência de genes para outros cromossomas. Desta forma, a geneticista afirma que o gene SRY irá permanecer mas noutro cromossoma, apesar desta afirmação, ainda não sabe especificamente como.

cromossoma y, genética humana, homem, extinção
A pergunta mais importante é… Ainda que com a permanência do gene SRY, a reprodução manter-se-à ou será o início de uma nova espécie?

cromossoma y, genética humana, homem, extinção

O consenso entre cientistas é que daqui até à extinção do cromossoma, novas tecnologias permitirão corrigir tal falha genética!

 

 

Fonte: 1, 2, 3, 4, 5

Joana Morais
Desde que me conheço a área da saúde sempre me fascinou, com grande foco na nutrição, desejando melhorar a minha qualidade de vida e a de quem me rodeia. Por isso, decidi enveredar pelo mestrado integrado em Ciências Farmacêuticas, Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa.