Google Play Store pode estar em perigo. Afinal havia um segredo!


Por em

A maioria dos utilizadores assume que a Google Play Store é uma parte inseparável do sistema operativo Android. De facto, sem ela é mais difícil termos o acesso a jogos e novas aplicações. Para além disso, vem instalada de raíz no próprio Android e como tal é impossível de remover, a menos que tenha comprado o seu smartphone na China. No entanto, graças a Trump, tudo pode mudar em breve. De facto, o domínio da Google Play Store para a instalação de aplicações pode ter os dias contados.

Google Play Store pode estar em perigo. Afinal havia um segredo!

Atualmente, a Google Play Store é realmente importante. É a porta de entrada para todas as apps nos nossos equipamentos. No entanto, como revelaram os problemas dos Estados Unidos com a Huawei, de repente podemos perder o acesso a esta loja e isto deixou os fabricantes numa posição muito desconfortável.

É exatamente por este motivo que as últimas revelações da Reuters não são uma grande surpresa. Segundo as suas fontes, a Huawei, Xiaomi, Oppo e Vivo formaram uma nova organização chamada Global Developer Service Alliance. O objetivo da GDSA é desenvolver e dar suporte a uma nova plataforma para a distribuição de aplicações móveis fora da China. Dito de outra forma, o objetivo é criar um concorrente da Play Store.

Google Play Store pode estar

Combinadas, as quatro empresas foram responsáveis ​​por mais de um terço das vendas globais de smartphones no ano passado, vendendo centenas de milhões de dispositivos.

Mas, para que esta iniciativa seja bem-sucedida, os fabricantes não têm apenas de trocar um mercado de aplicações por outro. Terão também de envolver todos os programadores de software mais importantes. Uma forma de o conseguirem é oferecendo melhores condições. Ou seja, se um programador puder ganhar muito mais dinheiro numa plataforma, porque não apostar nela?

Lembro que a Google recusou-se a reduzir a fatia de 30% que está receber dos programadores. Ora, se a nova plataforma apenas pedir 20% ou até 15%, isto seria um grande incentivo para as empresas publicarem as suas aplicações na concorrência.

Esta aliança está atualmente a trabalhar para apresentar a sua plataforma em março, que inicialmente terá como alvo alguns mercados asiáticos e europeus. Eu já tinha avisado num artigo que fiz acerca do Huawei P40 Pro que a Huawei tinha um grande segredo na manga. Pode ler mais sobre isto aqui.

Claro que algumas pessoas que lerem este artigo podem pensar que estes fabricantes não vão conseguir nada. No entanto, estamos a falar de marcas muito poderosas e que estão preparadas para dar muito dinheiro aos programadores. Ora se isto resultar, terá grandes consequências para o ecossistema Android. Ou seja, até ao final do ano tudo pode mudar.

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Jogo escondido no Android 10? Qual é e como podemos encontrá-lo?

Samsung Z Flip junta-se ao Joker e faz sucesso na Internet

Seguinte