Gigabyte lançou uma nova GTX 1060 G1 com memória GDDR5X


Por em

As primeiras placas gráficas NVIDIA GeForce GTX 1060 com memória GDDR5X estão a chegar ao mercado!

E quem começou as hostilidades foi a Gigabyte, com o seu modelo GTX 1060 G1 Gaming D5X 6G… Sim, leu bem, a série G1 Gaming está de volta com a placa rainha da gama média, desta vez com memória ainda mais rápida.

No entanto, é óbvio que a Gigabyte está a tentar limpar stock, visto que tanto a caixa como o cooler são reminescentes da era antes da sub-marca AORUS.

GTX 1060 G1

Como já dissemos em cima, esta nova versão recebe uma grande atualização, na forma de memória GDDR5X! Que embora ainda não saibamos como irá afectar a performance, é seguro dizer que a largura de banda vai aumentar, bem como o potencial de overclock.

Além disso, esta placa gráfica GTX 1060 é baseada no GPU (GP104) da GTX 1080, por isso é possível que consigamos retirar um pouco mais de performance do que aquilo que é habitual.

Curiosamente, podemos ainda encontrar ligações SLI na placa (Afinal de contas é baseada na GTX 1080)… Será que irá suportar a tecnologia?

Infelizmente, ainda não conhecemos as frequências, preços e data de lançamento, mas já não deverá faltar muito tempo para que esses detalhes cheguem à Internet.


NVIDIA pronta a lançar GTX 1060 6Gb GDDR5X para lutar com a RX 590

Como já deve saber, a AMD está neste momento a dar os últimos toques na sua nova Radeon RX 590.

Que deverá ser baseada numa nova versão da sua arquitetura Polaris… Desta vez mais eficiente e também um pouco mais poderosa!

O que poderá atrapalhar os planos da NVIDIA de vender a imensidão de GPUs em stock.

Afinal de contas, a NVIDIA não tem qualquer intenção de lançar a RTX 2060 em 2018. Com esperança de conseguir escoar o alargado stock de placas que acumulou durante a febre do mining. (Que finalmente acalmou este verão.)

Leia mais aqui.

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Opinião – O plano de lançamentos da Samsung já não faz sentido

Xiaomi Mi Band 3 está ainda melhor! Vale a pena os 28 Euros?

Seguinte