Android: uma aplicação está a matar o Galaxy S21 Ultra!

O conhecido site Sammobile já está a testar o Galaxy S21 Ultra e chegou a uma conclusão muito interessante. É que apesar da análise estar a correr muito bem, há um problema que tem de chegar aos ouvidos da Samsung o mais depressa possível e ao dos utilizadores também. Uma aplicação está a matar completamente a bateria do Galaxy S21 Ultra e ainda por cima é de própria Samsung. Falo, em concreto, do SmartThings.

Android: uma aplicação está a matar o Galaxy S21 Ultra!

De facto, o SmartThings, One UI 3.1 e o Galaxy S21 Ultra não são uma boa combinação. Tudo isto porque levam a uma drenagem significativa da bateria. Como pode ser visto na imagem abaixo, utilizou-se o Galaxy S21 Ultra durante 10 horas. Assim o SmartThings foi a aplicação mais exigente, mesmo que estivesse a correr apenas em segundo plano.

Galaxy S21 Ultra matar

Uma carga de bateria de 14,6% para 8 horas de utilização do SmartThings em segundo plano não é normal. Isto torna-se ainda mais óbvio quando se percebe que, por exemplo, no Galaxy Z Flip esta aplicação tem um impacto de apenas 0,1% na duração da bateria. Ou seja algo de grave se passa entre esta aplicação e o Galaxy S21 Ultra.

Acreditamos que esse problema possa ser resolvido através de uma atualização de firmware e talvez seja corrigido a tempo do Galaxy S21 Ultra chegar às lojas.

No entanto, perde-se numas coisas, ganha-se noutras. Assim este pode ser considerado como o equipamento mais seguro de todos.

Dito isto, quem tem um Galaxy S21, Galaxy S21+ e Galaxy S21 Ultra pode escolher assim remover os dados de localização GPS das suas fotos com um único toque. Isto antes de serem partilhadas com outras pessoas. Tudo o que necessitam de fazer é selecionar a opção “Remover dados de localização” e, em seguida, escolher o serviço de partilha da sua preferência. Na prática, isto remove as informações de latitude e longitude dos dados EXIF ​​da imagem. É verdade que os utilizadores podem remover os dados de localização das fotos através de incontáveis ​​aplicações de terceiros na Play Store. Com esta funcionalidade integrada, garantir a privacidade será ainda mais fácil como refere o site Sammobile.

Galaxy S21 Ultra matar

Os novos smartphones também vêm com outras funções de segurança. Os utilizadores do Galaxy S21 também podem usar a funcionalidade de partilha privada se quiserem ter mais controlo sobre quem pode ver as fotos, vídeos, documentos e outros ficheiros. Até podem indicar durante quanto tempo podem ter acesso a esses ficheiros. Na prática, os utilizadores podem revogar manualmente o acesso ao ficheiro ou esperar dois dias. Depois dessa altura acabou-se o acesso às fotografias. Mas atenção para que tudo isto seja possível, o destinatário terá de ter um dispositivo Galaxy com o Android 9.0 ou superior.

Galaxy S21 Ultra matar

Outra novidade é o Samsung Knox Vault, que usa um subprocessador seguro, memória segura e software integrado para proteger dados biométricos, blockchain, PIN e palavra-passe. Assim consegue garantir a segurança das pessoas mesmo durante ataques. A gigante de tecnologia sul-coreana mencionou isto durante o evento de lançamento do Galaxy S21 e contou assim com a ajuda da Qualcomm.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Leia também

pub