Galaxy Fold ou Huawei Mate X? Quem ganha? A Samsung diz

A guerra dos smartphones dobráveis já começou. A Samsung revelou o Galaxy Fold alguns dias antes do MWC 2019, enquanto a Huawei aproveitou este evento para apresentar ao mundo o Mate X. Embora os dois se dobrem, as abordagens são diferentes. Mas afinal qual é a melhor?

Galaxy Fold ou Huawei Mate X: Tudo depende da perspectiva e do lado da barricada em que está. 

A Huawei tinha afirmado recentemente que o seu design era superior ao da Samsung. Agora, o vice-presidente executivo da unidade de investigação e desenvolvimento da Samsung, Eui-suk Chung, afirmou que o design do Galaxy Fold tem muitas vantagens comparativamente ao Mate X. De facto, este responsável afirmou ao jornal Australian Financial Review que o design é o mais intuitivo de todos os testados por esta empresa.

Galaxy Fold ou Huawei Mate X: Dobrar para dentro ou para fora? O que é melhor? 

“Abre-o como um livro. Fecha-o como um livro. É muito mais natural do que o fazer ao contrário. Foi por isso que optámos por esse design, embora apresente um desafio técnico superior”. Em suma, nas palavras deste responsável, é mais difícil produzir a aposta da Samsung.

Entretanto, o vice-presidente revelou muita sinceridade durante a entrevista. Ele afirmou que o Galaxy Fold não fecha de forma perfeita. Isto significa que o ecrã em modo tablet pode acabar por ficar danificado. De facto, tem-se falado de alguns problemas que a Samsung deve resolver até ao lançamento. Por outro lado, o Mate X ao dobrar para fora pode levar a mais erros por parte do utilizador. Poderá ligar-se para alguém por acidente.

Huawei Mate X

Chung também afirmou que caso o Mate X caia ao chão, poderá sofrer mais danos que o Galaxy Fold. É que o ecrã está do lado de fora e é ele que vai bater no chão. 

Isto de facto parece ser uma vantagem para o Galaxy Fold. Para além disso, uma pessoa sente-se muito mais segura com um ecrã principal protegido do que desprotegido. Ainda assim, a Huawei deve ter pensado nisto e deverá ter protegido o ecrã.

O representante da Samsung referiu que o design do Galaxy Fold também contribui para uma maior autonomia.

Pelo facto da aposta da Samsung ter um pequeno ecrã do lado de fora, nem sempre é necessário ativar o ecrã principal.

Isto é sem dúvida um argumento. No entanto, os dobráveis utilizam um ecrã OLED. Assim é possível dar apenas vida a uma parte do painel, não havendo a necessidade de o utilizar todo. Deste modo, a poupança de energia (quer se dobre para dentro ou para fora) não será assim tão diferente.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Deixe um comentário