Finalmente! Android vai ter atualizações “seamless”

Pode odiar o ecossistema iOS, pelas mais variadas razões… No entanto, é impossível não elogiar a forma como as atualizações são feitas, para tantas gerações de aparelhos, de forma seamless, ao mesmo tempo.

Ou seja, enquanto no ecossistema Apple vemos atualizações a chegarem a todos os aparelhos, ao mesmo tempo, em várias gerações de produtos, no ecossistema Android, continuamos a ver fabricantes a meter o seu bedelho em cada nova versão do SO, seja ela grande, ou pequena.

É exatamente por isto que muitas vezes, temos aparelhos Android ‘recentes’ (leia-se 1 ano ou 2), completamente parados no tempo, agarrados a versões mais velhas do sistema operativo da Google.

Bem, a parte do bedelho parece que vai continuar, mas a Google está apostada em ter mais controlo no processo de atualização, com tudo a acontecer em segundo plano, longe do olhar do utilizador, e por isso mesmo, sem qualquer impacto na vida do mesmo.

Finalmente! Android vai ter atualizações “seamless”

Portanto, se há empresa que sabe qual é o caminho a seguir para resolver a situação das atualizações, é a própria Google, que anda há vários anos a desenvolver um sistema que separa a camada de personalização das fabricantes, como é o caso do EMUI, OneUI, MIUI, etc… Da camada lógica do próprio Sistema Operativo.

É uma funcionalidade extremamente interessante, mas que tem sido “atrasada”, devido às exigências de grandes fabricantes. Mas, em 2023, é bem provável que a coisa comece a mudar, a começar no imediato com o sistema de partições A/B. Ou seja, vamos ver muitas mais atualizações em segundo plano, a tratar o SO Android para uma nova era.

Como é que tudo vai funcionar?

O sistema “seamless” é simples. O seu smartphone vai fazer download da atualização, e vai instalá-la numa partição inativa, em segundo plano. Você nem vai dar conta. Quando reiniciar o aparelho, o sistema vai mudar a partição antiga, pela nova.

Isto significa que não tem de olhar para uma barra/ecrã de instalação!

Obviamente que isto requer mais espaço de armazenamento disponível, sendo exatamente esta a razão pela qual a Samsung tem feito cara feia à coisa. Mas pelos vistos, vai começar a ser bastante mais normal nos próximos tempos.

Não perca nenhuma informação importante. Siga-nos no Google Notícias. Siga-nos ou clique no símbolo da estrela no canto superior direito.
mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Receba a nossa Newsletter

Outros artigos

Play Store: atenção a esta app com milhões de downloads!

Temos de ter realmente muito cuidado já que um...

Google Maps tem um segredo para ficar muito melhor

O Google Maps é uma aplicação que funciona com...

Waze ganha a função que pode acabar com o Google Maps

Em comparação com todas as outras aplicações não há...

(Análise) VIVO V23 5G: Um smartphone diferente!

(Análise) VIVO V23 5G: Conhece a Vivo? Estamos a...