Inicio Android Estados Unidos banem mais uma empresa! Xiaomi em risco?

Estados Unidos banem mais uma empresa! Xiaomi em risco?

A lista de entidades do Departamento de Comércio dos EUA é agora um pesadelo para muitos fabricantes chineses. Durante o ano passado, muitas empresas chinesas entraram para esta lista. Agora eis que o governo americano acabou de incluir a OFILM, um dos principais fornecedores de lentes OV. Os parceiros da OFILM incluem vários fabricantes de smartphones como Xiaomi, Huawei, OPPO, Vivo, Lenovo, Samsung e Sony. Além disso, também fez parceria com fabricantes de automóveis, como a Geely Automobile, SAIC Motor e Changan Automobile. Mas o que pode significar para a Xiaomi o afastamento de mais uma empresa por parte dos Estados Unidos?

Estados Unidos banem mais uma empresa! Xiaomi em risco?

A OFILM afirma que sempre cumpriu as leis e regulamentos e protege totalmente os seus direitos legais.

Esta empresa referiu que vai adoptar medidas de resposta ativas e adequadas e vai continuar a fornecer aos clientes produtos e serviços de alta qualidade.

Afinal de contas parece que os problemas dos Estados Unidos não dizem apenas respeito ao 5G. Esta empresa que foi banida desenvolve módulos de microcâmaras, módulos de reconhecimento de impressões digitais, módulos de laminação completa com ecrã sensível ao toque. Aquilo que produz é utilizado ​​em smartphones, tablets, carros inteligentes e outros produtos de eletrónica de consumo.

Estados Unidos Xiaomi

Ora isto leva-me a uma questão. Com a inclusão de novas empresas na lista de “inimigos” dos Estados Unidos, será que a Xiaomi não estará em risco?

A Xiaomi tem tido um percurso semelhante ao da Huawei. Assim, começou pelos entrada de gama e gama média e chegou agora também aos dispositivos de topo e isto parece estar a dar resultado.

Recentemente este fabricante tornou-se no terceiro maior fabricante do mundo. Antes dos problemas com os Estados Unidos, a Huawei estava claramente a atacar o topo de mercado. O objetivo era ultrapassar definitivamente a Apple e atacar a Samsung.

Pode a Xiaomi entrar no radar de Trump?

Definitivamente. Basta tornar-se no número dois e cimentar essa posição. Neste momento e ao contrário do que pensava não precisa de se envolver no 5G para que isto aconteça, como mostrou a lista de empresas afastadas dos Estados Unidos.

Fonte Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Quer receber notificações gratuitas no seu smartphone ou computador sempre que lançamos um novo artigo? Clique aqui.

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Leia também

COVID-19: é perigoso receber encomendas vindas da China?

Passado tantos meses depois do início da pandemia, o mundo continua a estar alerta com as devastadoras e fatais consequências do famoso coronavírus! Afinal...

Google Fotos acaba de receber uma grande novidade no Android!

O Google Fotos é uma aplicação imprescindível em qualquer smartphone. É que graças a ela nunca perdemos qualquer fotografia ou vídeo. Fica tudo armazenado...

Samsung Galaxy A42 5G: renderizações estão na Internet!

A Samsung está a apostar forte nos smartphones 5G. Especialmente no campo da gama média. O primeiro passo foi dado com o Galaxy A51...

NVIDIA resolveu o problema das RTX 30! (Mas baixou as frequências)

Como deve saber, o (reduzido) stock de placas RTX 3080 está a dar problemas a quem fez tudo por tudo para conseguir meter as...

(Especial) A LG ‘estranha’ está de volta! E ainda bem!

Quando estamos inseridos numa indústria como a tecnológica, nomeadamente a de smartphones, começa a ser um pouco aborrecido ver aparelhos que são no fundo...