(Especial) Um carregador parado continua a gastar energia?

Se por acaso for como eu, é bem provável que tenha o carregador do seu telemóvel ou portátil sempre ligado a tomada elétrica, para simplesmente pegar no cabo e o ligar ao aparelho sem ter grande trabalho. Ao fim ao cabo, se não está a carregar nada, não está a gastar energia não é? ERRADO!

(Especial) Um carregador parado continua a gastar energia?

Huawei SuperCharge,Huawei Mate 40

Sim, consome! Um carregador de telefone, de portátil, ou de outra coisa qualquer, é uma fonte chaveada, que basicamente tem a missão de baixar/elevar a tensão da rede usando um circuito ressonante, bem como um chaveador (daí o nome).

Pois bem, esse chaveador atua constantemente em determinada frequência para carregar o indutor (um dispositivo elétrico passivo que armazena energia na forma de campo magnético, normalmente combinando o efeito de vários loops da corrente elétrica).

Assim, quando esse indutor chega ao limite da sua capacidade de carregamento, existem bancos de resistências para dissipar toda a energia carregada e não danificar nenhum componente do circuito por excesso de energia armazenada. Em suma, podemos concluir que irá realmente existir um gasto de energia elétrica. No entanto, como não temos nenhuma cara na saída, o gasto real vai ser mínimo.

Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.


(Especial) O que é um ecossistema no mundo da tecnologia?

É muito provável que já tenho ouvido alguém a dizer frases como “não posso trocar o meu iPhone por um Android, estou demasiado investido no ecossistema da Apple.” Ou algo bastante similar no mundo da Google, “o ecossistema da gigante da pesquisa é brutal, tiro uma foto fica disponível em todo o lado.”

Pois bem, é muito fácil ficar um pouco perdido no meio de termos de marketing. Ou na maneira como várias empresas usam as suas tecnologias e como tudo acaba por funcionar. Especialmente com o termo ‘ecossistema’, que muitas vezes depende de empresa para empresa, mas vamos tentar explicar de forma simplificada o que isto significa na realidade.



Leia o resto do artigo aqui.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também