É possível evitar a lentidão de um PC ao longo dos anos?

É muito normal, quando um PC Desktop ou portátil começa a ficar com alguns anos em cima, que este comece a parecer lento. E por isso, incapaz de continuar a servir como uma ferramenta de trabalho (ou de jogo eheh) para o nosso dia-a-dia.

Mas isto não significa que seja um ‘efeito’ da passagem do tempo! Na verdade, não há grande coisa que possa fazer para evitar que este fenómeno aconteça. Isto a não ser ter noção da máquina que tem. Do que ela é realmente capaz de fazer. (E claro, fazer uns quantos upgrades aos componentes!)



É possível evitar a lentidão de um PC ao longo dos anos?

AMD Ryzen

Portanto, muito resumidamente, um PC não fica mais lento ao longo do tempo, a não ser que existam problemas derivados a avarias.

O que pode acontecer, é algo que também acontece no mundo dos smartphones. Ou seja, quando os aparelhos com alguns anos começam a parecer mais lentos… A culpa não é do hardware, mas sim do software.

Muito resumidamente, um computador, smartphone, ou até mesmo um simples smartwatch, não perde performance ao longo do tempo! O software é que fica mais completo, avançado, e por isso, mais exigente. Afinal de contas, as equipas de desenvolvimento de software estão sempre a melhorar os seus produtos, tendo como base o hardware mais recentemente lançado, que claro está, é mais poderoso.

Até o Windows 10, o sistema operativo mais popular do mercado, recebe dezenas ou até centenas de pequenas atualizações todos os anos. Mudanças que o hardware da sua máquina terá de saber lidar com. (E que normalmente até trazem vários problemas para cima da mesa!)

Como é que podemos evitar um aumento da lentidão?

Na verdade, é muito simples! Apenas precisa de evitar ir além daquilo que o seu sistema computacional foi pensado e produzido para fazer no dia-a-dia. Além disto, no mundo dos computadores Desktop também é possível trocar alguns componentes chave para dar uma nova vida à máquina.

Por exemplo, usaria uma placa gráfica com 10 anos para jogar um jogo lançado em 2021? O jogo até pode iniciar e ser jogável… Mas certamente que não irá ter a mesma performance relativamente a um PC equipado com um Ryzen 5800X e uma RTX 3080.

Ou outro exemplo do mundo dos smartphones… O iPhone 6S! Um aparelho que ainda suporta a versão mais recente do iOS apesar de ter sido lançado em 2015. Contudo, se perguntar a um dos utilizadores deste smartphone, provavelmente a grande maioria pensa que o aparelho ficou mais lento com o passar dos anos. O que não é verdade, as aplicações e até o próprio sistema operativo, é que ficaram mais pesadas com as sucessivas atualizações. Que por sua vez trouxeram novas e inovadoras funcionalidades.

É uma realidade do mundo da tecnologia, que tem de saber lidar com. O hardware não muda depois de comprado e montado, mas o software está em constante evolução.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Google Fotos: a novidade mais esperada desapareceu sem data!

Em 2019 na conferência da Google conhecemos uma novidade que ia chegar ao Google Fotos. Esta novidade chamava-se Colorize e utilizava a IA para...

Não quer instalar o iOS 15? Veja como continuar a ter updates!

O iOS 15 chegou e veio cheio de funcionalidades. De facto, há muitas e boas razões para mudar! No entanto, há muitas pessoas que...

Gmail: recupere o espaço da sua conta em segundos!

O Gmail é sem dúvida uma excelente plataforma de email. No entanto, partilha do mesmo problema das outras plataformas. Os emails vão-se acumulando, especialmente...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!