Duas câmaras? A Google só precisa de uma. Saiba porquê.

Pelo terceiro ano consecutivo, a Google implementou apenas uma única câmara traseira no Pixel 3 e no Pixel 3 XL.

Num mercado que recentemente deu origem a um smartphone com um sistema de quatro câmaras, a Google está está a ser humilhada pela concorrência?

O gigante da tecnologia não pensa assim e, de certa forma, temos de concordar com eles.

Mesmo o antigo Pixel 2 XL, ainda é capaz de tirar algumas das melhores imagens e ainda é um excelente smartphone. No entanto, a Google e um dos seus responsáveis revelaram porque é que não é necessário adicionar mais câmaras na parte traseira do Pixel 3 ou Pixel 3 XL.

A Google afirma que as técnicas de aprendizagem de máquina são suficientes para manter uma única câmera traseira e disponibilizar grandes resultados.

Numa entrevista àWired, Mario Queiroz, da Google que é o vice-presidente de marketing de produtos da empresa afirmou o seguinte:

“Descobrimos que a adição de uma segunda lente é desnecessária, e as técnicas de aprendizagem de máquina são suficientes para compensar isso. Pelo menos, a função de duas câmaras. ”

Adicionar outra câmara apenas aumenta o custo geral e a equipa do Pixel quis apenas oferecer as funcionalidades de câmara tecnicamente possíveis e realmente úteis.

O executivo afirmou ainda que a empresa é contra a utilização de funcionalidade enigmáticas.

Mesmo com uma única câmara a Google continua a disponibilizar funcionalidades muito interessantes, como o Top Shot, Photobooth, Super Res Zoom e Motion Auto Focus. Todas utilizam inteligência artificial e aprendizagem de máquina para melhorar o resultado geral da imagem.

No entanto, as partes frontais do Pixel 3 e do Pixel 3 XL têm duas câmeras e essas melhorias de hardware ajudam realmente a melhorar a fotografia do smartphone.

Ambas as câmaras têm sensores de 8MP, com o secundário a ser utilizada para tirar fotos grande angular.