Doogee S95 Pro: mini-review ao IronMan dos smartphones!


Por em

Para alguns pode ser uma marca algo desconhecida, mas para quem conhece minimamente o mundo dos smartphones, sobretudo, o segmento dos ultra-resistentes é sem dúvida um fabricante muito popular. De facto, a Doogee tem vindo a popularizar-se cada vez mais no mercado, também pelas características modulares que coloca nos seus equipamentos como vou ter oportunidade de lhe mostrar já a seguir. Uma vez que este equipamento nos chegou hoje às mãos aproveitei algum do tempo que tive para experimentar algumas coisas. Fiz também uma espécie de unboxing ao Doogee S95 Pro para que saiba com o que pode contar caso resolva adquirir este dispositivo.

Antes de passarmos às especificações do Doogee S95 Pro vamos olhar para o que vem na caixa.

Quando recebi este smartphone o que me chamou logo à atenção foi a dimensão da caixa. De facto, cabem lá três ou quatro smartphones. Embora pareça estranho, inicialmente, tem uma razão de ser. Este equipamento é modular e como tal podemos contar com acessórios que melhoram as suas características.

Os dois acessórios do Doogee S95 Pro são praticamente da mesma dimensão e grossura encaixam-se na parte traseira do smartphone. Um consiste em duas colunas estéreo para ouvirmos música onde quer que estejamos e com um bom volume de som. O outro é uma espécie de powerbank. Uma bateria adicional com a capacidade de 3850 mAh.

Ambos prendem-se ao smartphone de forma magnética, sendo assim muito fácil acoplá-los ou removê-los.

Doogee S95 Pro

Com o acessório da bateria podemos continuar a usar a câmara, graças ao buraco que existe na parte superior. Com os altifalantes não.

Eis que agora passamos ao smartphone propriamente dito. Dentro da caixa encontramos o carregador, o cabo e claro está o telemóvel. A primeira coisa que vão notar quando o tentarem tirar da caixa é que não é muito fácil dado que ele vem bem agarrado. A segunda coisa é o peso. No entanto, tratando-se de um equipamento cuja resistência é uma das principais características percebe-se perfeitamente.

Como é fácil percebermos este é um smartphone com molduras grossas. Aliás a resistência tem um preço. Na moldura superior encontramos apenas a entrada de microfone para quando estamos, por exemplo, a falar em alta-voz. No lado esquerdo temos uma porta para um segundo cartão SIM e para um cartão microSD. Temos também um botão que não parece fazer, para já, nada mas que será eventualmente para configurar como um atalho para uma função qualquer.

Quero apenas fazer uma pequena ressalva. A Doogee não se poupou a esforços para isolar ao máximo qualquer porta que pudesse permitir a entrada de água ou poeiras. Assim, por exemplo, na parte dos cartões SIM temos um grosso invólucro de borracha a proteger as portas. Depois quando abrimos, para podermos retirar a bandeja do cartão é necessário usar o famoso ferrinho que é um pouco diferente do habitual.

Uma das partes é para começarmos a tirar a bandeja para fora. A parte mais bicuda. A que está na extremidade oposta é para puxarmos a bandeja para fora.

Do lado direito do Doogee S95 Pro temos outro slot para um cartão SIM, temos os botões de volume e ainda outro para ligar e desligar o dispositivo. É também nesta moldura que encontramos um leitor de impressões digitais.

Na parte traseira temos um sensor de câmara tripla que partilha o mesmo modo quadrado com um flash LED. Abaixo encontramos ainda dois alti-falantes e o conetor que permite a comunicação com os diferentes acessórios.

Já na parte inferior temos uma porta USB Tipo-C muito bem protegida por uma porta em plástico. Aliás todas as possíveis entradas de água e poeiras estão protegidas.

Na parte frontal temos um grande ecrã de 6.3 polegadas protegido por vidro Gorilla Glass 5. Encontramos ainda um LED de notificações no canto superior direito.

O S95 Pro é um smartphone à prova de água e de poeiras conforme revela a certificação IP68/IP69K. Isto diz-nos que é ideal para utilizar em condições mais extremas.

Doogee S95 Pro

Embora a robustez seja um dos pontos principais isto não quer dizer que este fabricante tenha descurado outros pormenores. Assim, no interior encontramos o chipset MediaTek Helio P90. Este octa-core possui dois núcleos Cortex-A75 que operam a 2.2 GHz e seis Cortex-A55 que funcionam a 2.0 GHz. É sem dúvida uma aposta interessante e que não vai criar qualquer problema na maioria dos jogos. Aliás este fabricante afirma que este também é um equipamento para jogar.

Entretanto, as capacidades multi-tarefa estão asseguradas por 8 GB de memória LPDDR4X. Já a capacidade de armazenamento é de 128GB.

No caso do ecrã, como referi, temos um painel de 6.3 polegadas com uma monocelha em forma de gota de água. Tem tecnologia IPS e uma resolução de 2160×1080 pixéis. De facto, nada a apostar neste campo. Uma boa qualidade de imagem a partir dos mais diversos ângulos de visualização.

Passando para a fotografia, a câmara tripla é constituída por dois sensores de 8 megapixéis e por um, bem conhecido, com 48 megapixéis. Falamos do Sony IMX586. No papel esta configuração deve ser suficiente para capturar boas imagens, quer em modo grande-angular, quer muito perto. Isto é algo que terei de testar e de que irei falar nos próximos dias.

Doogee S95 Pro

Ao nível do software do Doogee S95 Pro temos uma versão muito pura do Android 9.

Tem todas as funcionalidades básicas, mas vai um pouco mais longe em alguns aspetos. Logo à partida não temos a gaveta de aplicações. Dito isto, todos os ícones estão localizados na janela principal. No fundo o que acontece com outros fabricantes como a Huawei.

Doogee S95 Pro

Para além desta característica temos outras funcionalidades. O tal botão de que falei acima pode ser configurado para executar diferentes funções. O tipo de toque define o que irá fazer.

Doogee S95 Pro

No interior do Doogee S95 Pro temos um enorme bateria de 5150 mAh. É sem dúvida uma excelente capacidade e embora ainda não tenha tido oportunidade de experimentar deve dar facilmente para dois dias. Já que falamos neste ponto, este equipamento pode ser carregado de forma com ou sem fios. No caso do carregamento wireless a velocidade é de 10W. Já no caso do carregamento por cabo são 24W. Vai dos 0 aos 100 em cerca de duas horas.

Claro que ainda vou ter de andar alguns dias com ele e aperceber-me de diversos elementos no que diz respeito ao funcionamento. Ainda assim, o que posso dizer é que o Doogee S95 Pro parece ter argumentos para ser um dos melhores ultra-resistente do mercado. Tem desempenho garantido pelo chipset MediaTek e pelos 8GB de RAM. Para além disso, é também muito resistente. Já a câmara por algumas experiências rápidas que fiz, parece funcionar muito bem e temos até um modo noturno dedicado. Espere agora pela análise final.

Quanto ao preço ronda os 499 Euros na Amazon, mas encontra-se mais barato.

Leia também

Ou veja mais notícias de Android, Featured

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Resident Evil 3 Remake e Resident Evil Resistance? Demos disponíveis!

Honor 30S: Smartphone vai ser apresentado no próximo dia 30 de Março!

Seguinte