(Curiosidade) A Intel é a única empresa que sabe contar do mercado!?

Se por acaso é um entusiasta do mundo tecnológico como eu, já deve ter percebido que as grandes empresas têm alguma dificuldade em contar até 10, e algumas ainda mais quando passamos deste dígito maroto.

Afinal de contas, a Microsoft passou do 8 para o 10, e pelos vistos não tem grandes intenções de chegar ao 11. A AMD chegou aos Athlon 9000 e decidiu fazer um reset a tudo, ao lançar os primeiros Ryzen 1000. Temos ainda a NVIDIA que saltou das NVIDIA GeForce GTX 700 para as 900, chegou às GTX 1000, mas depois decidiu saltar para as RTX 2000… Não contente com este salto, decidiu voltar atrás para as GTX 1600. Em último lugar, temos ainda a Apple, que saltou do iPhone 8 para o iPhone X, trocando o 10 por uma letra.

Dito tudo isto, a Intel parece ser a única fabricante do mercado, com equipas cheias de engenheiros e matemáticos, pronta a tomar a escandalosa decisão de passar do 10… para o 11!



(Curiosidade) A Intel é a única empresa que sabe contar do mercado!?

Intel

A Intel está neste momento a fazer o impensável! É que depois de ter anunciado os novos Core 10000, parece que já temos ‘leaks’ de performance da próxima geração… Que será nada mais nada menos que a geração Intel Core 11000! Sim! Existe uma empresa capaz de contar até ao número 11.

Afinal de contas, chegou à base de dados do 3DMark um CPU denominado de i7-1185G7, que parece fazer parte de uma lista de amostragem da próxima geração que já deverá contar com uma nova arquitetura Intel. (Não é ainda claro se é um chip de 10nm ou 14nm)

Ou seja, este Core i7-1185G7 é um novo processador Tiger Lake, sendo basicamente um APU pensado apenas e só para concorrer com os recentes Ryzen Renoir. Assim, estamos a falar de um processador que combina um CPU com um GPU no mesmo chip, para oferecer uma excelente performance gráfica sem comprometer a eficiência energética. (Para jogos pouco exigentes, como os títulos e-Sports)

 

Curiosamente, este novo processador até parece apostar mais no GPU do que no CPU, algo bastante interessante, visto ser exatamente o oposto dos APUs AMD Ryzen Renoir. Mas talvez mais interessante que tudo isto, vamos ver o suporte ao standard PCIe 4.0, USB 4.0 e Thunderbolt 4… Ou seja, a Intel também sabe contar até 4! Aliás, até 5, visto que também temos suporte a memória LPDDR5.

Agora resta esperar, para perceber quando é que a Intel irá aprender a contar para trás, para menos de 14. É que estamos um bocado fartos de ver produtos baseados no processo de 14nm. É que caso não saibam, 14nm+++ não é mais pequeno que 14.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Deixe um comentário