CPUs AMD Zen 4 poderão ser compatíveis com as atuais motherboards

AMD Zen 4 – A grande responsável pelo ‘re-nascimento’ da AMD é sem dúvida a arquitetura ‘Zen’! Que deu origem aos primeiros processadores Ryzen e Ryzen Threadripper em 2017.

Pois bem, esta arquitetura já foi sucedida pela ‘Zen+’! E nos próximos meses, iremos presenciar o lançamento dos primeiros processadores de 7nm baseados na arquitetura Zen 2.



AMD Zen 4, Arquitetura Zen 4

Pelos planeamentos que a AMD tem mostrado nos últimos anos, já sabíamos que iria existir uma arquitetura Zen 3, no entanto, hoje ficámos a saber que também já existe uma arquitetura AMD Zen 4 em fase de design.

Afinal de contas, a AMD prometeu que iria suportar o atual socket AM4 até 2020… E parece que esta promessa é para cumprir!

Contudo, tendo em conta que os CPUs baseados na arquitetura Zen 2, irão ser lançados no próximo ano… E é bem provável que os baseados na Zen 3 cheguem ao mercado em 2020…



Fica a dúvida, será que os CPUs baseados na arquitetura Zen 4 também irão ser compatíveis com as atuais motherboards? Talvez.

Zen 4

De acordo com o mais recente planeamento, a arquitetura Zen 2 já está em fase de amostragem! Sendo baseada no processo de fabrico de 7nm, com os primeiros processadores AMD EPYC ‘Rome’ a chegarem ao mercado com 64+ núcleos brevemente. (Os Ryzen 3000 chegarão logo a seguir.)

Posteriormente, o desenvolvimento da arquitetura Zen 3 está a correr como planeado, sendo baseada no refinamento do processo de 7nm. (7nm+)

Aparte de tudo isto, ainda muito pouco é conhecido acerca da arquitetura AMD Zen 4.

Apenas sabemos que está em desenvolvimento, nomeadamente, na fase de design. É possível que seja baseada no processo de fabrico de 5nm, mas ainda é muito cedo para afirmar tal coisa.

Mas é preciso salientar uma coisa… Todas as motherboards lançadas este ano, suportam toda a gama de processadores AMD Ryzen!

Zen 4

Desta maneira, pode escolher qualquer motherboard, e instalar um qualquer CPU Ryzen, sem grandes problemas. O que acaba por ser bastante diferente da maneira como a Intel faz as coisas, e ainda bem.

Vai ser bastante interessante perceber se a AMD irá manter o suporte até à arquitetura Zen 4, ou como quem diz… Até ao ano de 2021.

Uma coisa é certa… Se o fizer, irá cair nas boas graças dos fãs, e talvez até roubar alguns clientes à rival!