Os Segredos para controlar a compulsão alimentar!


Por em

Quando vê um gelado, começa a salivar? Deita-se e começa a pensar no bom que era comer as bolachas que têm na sua despensa? Quando lhe oferecem uma fatia de bolo, não consegue recusar?

Os doces estão intimamente ligados as nossas emoções. Desde a nossa infância que somos reconfortados com eles.

Deste modo, os doces muitas vezes suprimem a nossa “fome emocional”!

A lista de doces é extensa: Bolachas, biscoitos, bolos, gelados, doces, chocolates, etc. A indústria alimentar raramente investe em algo que não lhe pareça ter lucro.

Se analisarmos bem, a fila dos doces nos supermercados é a mais extensa e cheia de cores apelativas. Inegavelmente, todos os meses sai uma versão limitada  de uma marca de bolachas ou chocolates, mas por quê?

Porque é que as pessoas que gostam mais de doces têm uma maior probabilidade de sofrer de compulsão alimentar?
A resposta é simples, as pessoas são extremamente sensíveis aos doces! Não é só você!

Os ‘doces’ são fonte de açúcar, glicose! Esta molécula é biologicamente ativa, estimula a insulina, hormona complexa que desempenha inúmeras funções.

Surpreendentemente os segredos são simples, o complicado é aplicá-los! No entanto, quando bem entendidos torna-se fácil!

1. Evite a restrição!

Muitas vezes a sua vontade de comer doces é devido a uma restrição por isso, aprenda a comer o suficiente! Para estar em forma é necessário comer o bastante!

Se quiser emagrecer, faça-o comendo, de forma razoável. Isto é, quando começamos a diminuir a ingestão calórica consequentemente perdemos peso na balança, mas também ficamos mais susceptíveis a cairmos em tentação!

Geralmente quando se restringe ao longo do dia, ou não faz lanches saciantes, à noite “estraga” o seu esforço diário.

Dito isto, entenda que provavelmente com a ansiedade de querer perder peso rápido, acaba por nunca emagrecer efectivamente. Concluindo que uma perda de peso gradual e mais demorada é então mais efectiva.

 

2. Quais são os momentos em que sente uma vontade descontrolada?

Primeiramente, se souber onde se encontra o ladrão, é mais fácil de prende-lo!

É importante analisar em que momentos cai em tentação. Será quando anda nervoso, ansioso ou apertado no trabalho?

Talvez quando alguém o magoa ou se sente mais emocional? Existe alguma pessoa tóxica na sua vida e ainda não consegue lidar com essa pessoa? Ou será quando começa a remoer o passado e se lembra de algum momento torturante? Podem ser inúmeras coisas contudo, é fundamental que saiba quais as situações que lhe provocam o descontrolo na sua alimentação. Após esta auto-análise segue-se o próximo passo.

3. Tenha armas

Depois de entendermos as situações que nos levam a comer demais, devemos ter sempre perto de nós alternativas para podermos comer sem estimular a malvada insulina!

O grande problema das pessoas que adoram doces está muito bem camuflado. Nunca notou que depois de um dia a comer muitos doces, no dia seguinte sente vontade de comer algo idêntico?  Pois bem, a estimulação de insulina através da glucose em grandes quantidades é algo que deve evitar!

Deve ter substitutos que o satisfaçam sem estimular a insulina!


Espreite aqui e veja algumas alternativas que o podem ajudar!


doce

4. Tenha rotinas

O hábito faz o monge! Criar hábitos alimentares pode ser o  seu maior trunfo. Levantar, tomar banho e comer o mesmo bom e saudável pequeno almoço já é um início de excelente dia.

O segredo está em equilibrar o seu lado saudável com o seu gosto pessoal!

Decerto que se não gosta de comer ovos mexidos com aveia, por muito que seja saudável, não o vai ajudar. Crie uma rotina que goste! Exemplificando, se é amante de pão, coma-o, simplesmente escolha uma versão integral e com sementes. É no equilíbrio que está o sucesso.

 

5. Não sinta culpa!

Nenhum hábito começa ou acaba de um dia para o outro por isso, o mais importante é ser consistente e persistente!

Desta forma, quando voltar a cair, no dia seguinte levante-se!  A culpa vai ser sempre o sentimento que o impede de esquecer as asneiras e recomeçar… O chamado ditado “perdido por cem, perdido por mil”!

Desengane-se, comer quinhentas calorias a mais é muito melhor do que comer mil ou adicionar mais nos dias seguintes. O meu conselho é, comeu de mais, aproveite e agradeça o bom que comeu, mas a próxima refeição ou o dia seguinte será diferente!

Em suma, muitas vezes as pessoas deixam-se ir abaixo e começam a duvidar das suas capacidades para conquistar algum objectivo. Não se culpe, todos erram. Amanhã será sempre melhor!

Compulsão Alimentar Doces

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Foi lançado o primeiro smartphone 5G do Mundo! Deu por isso?

Xiaomi Mi Notebook Pro 2 – Topo de gama a partir dos 975 Euros

Seguinte