Google Chrome: como garantir a máxima segurança!

O Google Chrome é o browser mais utilizado no mundo e oferece algumas funcionalidades que nos deixam relativamente seguros. No entanto cabe a cada utilizador dar os passos certos para não cair em esquemas nem infetar o computador. Dito isto preparámos um guia que vai ajudar o Google Chrome a garantir a máxima segurança.

Google Chrome: como garantir a máxima segurança!

Não confie cegamente no modo anónimo

O modo anónimo está disponível na aplicação Chrome e noutros browsers, tanto em smartphones como em tablets. Para o utilizar, nada mais fácil.

- Advertisement -

No seu dispositivo Android, abra o Chrome e carregue nos três pontos no canto superior direito. Depois na janela que aparecer deve escolher Novo separador anónimo. Depois irá navegar de forma mais particular.

Chrome 79, Google Chrome Android

Resumidamente, o modo de navegação anónima impede que outras pessoas que agarrem no dispositivo vejam o histórico do browser. Nesse modo, o próprio Chrome não guarda o histórico do navegador nem os dados introduzidos em formulários da Internet. Entretanto, o Google Chrome não sincroniza o histórico de navegação privado com a cloud, se estiver ligado à conta Google. É verdade que a Chrome pode guardar cookies, dados do site e permissões concedidas, mas só enquanto estiver a navegar. De resto tudo será excluído quando fechar o separador anónimo.

Mas algumas informações ainda estão acessíveis a outros

O modo anónimo impede que o Chrome registe as suas sessões de navegação no smartphone. Mas isto não impede que outras pessoas vejam a sua atividade on-line. Ou seja pode dar uma falsa sensação de segurança ao nosso Google Chrome.

Por exemplo, qualquer site que visitar saberá que o visitou, assim como os seus anunciantes. Qualquer site no qual fizer login saberá que lá esteve porque fez o login. Se estiver no trabalho ou na escola, quem administra a rede terá acesso ao seu histórico de navegação. O mesmo vale para os operadores de Internet. Para além disso, os mecanismos de pesquisa também terão acesso ao seu histórico de navegação e podem até mostrar sugestões com base onde está ou no que está a fazer.

O que é que essas entidades realmente conseguem ver? O seu endereço IP, que é uma forma de identificar a sua localização. A sua atividade em tempo real ao usar um site ou serviço.

Dark Mode Chrome 79, pesquisar no Android

Agora uma ressalva. O próprio Chrome não armazena a referência a nenhum ficheiro que possa descarregar. No entanto, os ficheiros são guardados na pasta principal de downloads e ficam lá, mesmo depois de fechar a sessão de navegação anónima.

Para além disso se, por acaso, guardar um favorito relativo a um determinado site em modo anónimo ele vai ficar guardado na pasta de favoritos.

Então vale a pena ou não usar este modo?

Pode valer a pena em determinadas circunstâncias. Embora não estejamos protegidos quando navegamos na Internet, pelo menos estamos protegidos de determinados constrangimentos em relação a amigos e família que tenha acesso ao nosso smartphone.

Apague o histórico do Google Chrome pode não ser suficiente

Pelas mais variadas razões podemos ter necessidade de apagar o histórico do Chrome. Nem que seja para nos livrarmos de todo o espaço que ocupam os restos que sobram das nossas navegações. No entanto, se estivermos a falar de questões de privacidade e segurança livrarmos do que está no Chrome não chega. Isto porque da mesma forma como as coisas ficam armazenadas no histórico do Chrome, também ficam todas registadas na cloud e mais concretamente na nossa conta Google online. De facto, se formos à opção a Minha Atividade ficamos logo a perceber que está lá muita coisa.

histórico do Chrome

Assim para além de limparmos o histórico do Chrome é boa ideia também limpar a nossa atividade online.

Mas afinal para que necessita a Google desta atividade? Isto é como quando vamos frequentemente a um restaurante. Baseado no que costumamos escolher o empregado de mesa pode fazer-nos algumas sugestões. O mesmo se passa com a Google. Olhando para aquilo que fazemos na Internet ele pode servir-nos determinadas sugestões a nível de sites ou publicidade. Ainda assim de tempos a tempo não é má ideia acabar com esta sugestão.

E como o fazer? É muito simples. No início da página temos uma opção que diz eliminar mesmo à frente de filtrar por data e produto. Dito isto só temos de carregar nesse botão.

histórico do Chrome

Depois temos a opção de apagar tudo para a última hora, último dia, sempre ou num intervalo personalizado de tempo. Na prática é o mesmo que acontece com o Chrome.

Depois de fazer isto fica com a atividade limpa. Como vê é bastante simples.

Entretanto se estivermos no smartphone também é possível apagar os últimos 15 minutos de uma forma muito rápida.

Google minutos, histórico do Chrome

Para o fazer basta ir à app Google do seu smartphone e carregar na sua fotografia de perfil. Aí tem logo a opção Eliminar os últimos 15 mns.

Limpe o lixe acumulado

Se quiser um browser rápido então será uma boa ideia limpar todo o lixo que se acumula. Assim, a limpeza do histórico deve ser uma tarefa rotineira. Pelo menos, garante logo à partida um browser mais limpo. Entretanto até se pode estar a livrar de algum ficheiro mal intencionado que possa ter sido descarregado para o seu computador quando visitou uma página infectada.

Eliminar o histórico é assim algo importante e é muito simples. Deverá dar um clique nos três pontos disponíveis no canto superior direito. Depois escolha a opção Histórico. Na nova janela que surgir, do lado esquerdo, escolha a opção limpar dados de navegação.

melhor Google Chrome, Google Chrome experimentar

Na nova janela, normalmente, para limpar, escolho histórico de navegação, histórico de transferências, cookies e outros dados do site, imagens e ficheiros em cache. Tiro na maioria das vezes o visto de palavras-passe e dados do formulário. Penso que por defeito ele até nem está selecionado. Depois é so carregar em limpar dados.

melhor Google Chrome, Google Chrome experimentar

Utilize extensões que garantem a sua segurança

O browser mais utilizado do mundo é considerado por muitas pessoas como o menos privado. Pelo menos quando se acaba de instalar. No entanto há formas de garantirmos mais segurança. Sobretudo quando utilizamos algumas extensões para o efeito. Assim, torna-se muito fácil garantir de imediato mais segurança e sobretudo que não está a ser seguido.

Windows 10 chrome seguro

Dirija-se à Chrome Web Store através desta ligação. Entretanto depois clique em Extensões do lado esquerdo e introduza o nome da extensão que procura logo do lado esquerdo. Para garantirmos a máxima segurança vamos precisar de quatro. São elas o Cookie Autodelete, uBlock Origin, Privacy Badger e HTTPS Everywhere.

Cookie Autodelete

Esta extensão faz exatamente o que o nome revela. Está disponível para ser instalada aqui. Dito isto, passa a ter um controlo total sobre os seus cookies. São apagados automaticamente os que não estão a ser utilizados e pertencem a separadores fechados, enquanto se mantêm aqueles que estão em utilização. Mas atenção. Os dados só são limpos de forma automática quando ativa a função Auto-Clean.

Windows 10 chrome seguro

 

This extension does not clean data automatically until you enable “Auto-clean”. This gives you the chance to add sites to the WhiteList.

uBlock Origin

Esta extensão consiste num bloqueador extremamente eficiente. De facto, é mais eficaz do que o AdBlocker. Para além disso, permite também ler e criar filtros a partir de ficheiros de servidores. Ou seja, faz mais do que bloquear apenas anúncios. Entretanto tem a particularidade de gerir muito bem a memória ocupada. Assim por esse motivo são necessários menos recursos.

Privacy Badger: uma excelente forma de garantir um Chrome mais seguro no Windows 10

Esta é talvez uma das extensões mais úteis e que vale a pena instalar agora mesmo. Assim está disponível aqui e tem uma particularidade muito interessante. É que em vez de aproveitar uma lista para saber o que bloquear, descobre automaticamente sistemas de tracking através do comportamento.

Existem uma grande quantidade de coisas que nos seguem. Sistemas de comentários, leitores multimédia, widgets e muito mais. Ora esta extensão substitui tudo isto por uma espécie de botão onde tem de carregar para ativar essa área.

HTTPS Everywhere

Esta é uma extensão que até apareceu primeiro no Firefox e é importante porque pode garantir a segurança no Google Chrome. Na prática assegura que temos sempre uma ligação segura quando visitamos qualquer site.

Pode ser descarregada aqui.

Com tudo isto vai garantir a máxima segurança no Google Chrome

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.