Google emite alerta para perigo no Chrome. Atualize já!


Por em

Se utiliza o Chrome para navegar na Internet saiba que a Google acabou de corrigir uma falha de segurança muito importante nas versões para computador e para smartphones Android.

Esta notícia foi avançada pelo site AndroidPolice que descobriu um post no blog oficial do Chrome. Segundo a Google a falha afeta a API do FileReader. Na prática, esta API permite aos sites e a outros serviços baseados na Internet lerem os ficheiros que estão guardados no computador de um utilizador. No entanto, a falha que foi agora detetada vai muito mais longe.

o Chrome

A falha detetada no Chrome permite aos criminosos executarem código malicioso num dispositivo. Já viu o perigo desta situação? 

A Google foi bastante rápida a corrigir esta situação, especialmente por um motivo!

É que aparentemente o gigante dos motores de busca, sabe que esta falha já está a ser ativamente utilizada em ataques. Isto é exactamente o oposto do que aconteceu com a falha anterior que foi descoberta. É que nesse caso, foi encontrada num ambiente fechado e seguro.

Este problema é tão sério que até o responsável de segurança do Chrome alertou as pessoas no Twitter para o perigo desta vulnerabilidade.  

Assim a última versão estável passa a ser agora a 72.0.3626.121.

A atualização para a versão Android pode ser descarregada aqui. Já o download para a versão Desktop pode ser encontrado aqui

Entretanto e já que falamos em Chrome saiba que há uma grande funcionalidade que está a caminho da versão Canary. Na prática, vai ser possível partilhar links para secções específicas de uma página. Isto é algo que atualmente não é possível em nenhum browser. De facto o Chrome tem vindo a levar diversas funcionalidades interessantes aos utilizadores e esta é mais uma.

Mas afinal como funciona a grande novidade do Chrome?

Imagine que quer enviar um e-mail para alguém a falar de uma frase que encontrou num longo artigo. Até agora só tinha uma opção. Nomeadamente, copiar e colar a frase numa mensagem. O problema é que deste modo a frase podia perder o sentido. Claro que também podia indicar o parágrafo onde a frase se situava. No entanto se ela estivesse no meio do artigo, podia tornar-se mais complicado.

o Chrome

Agora vai haver uma forma mais simples de fazer esta partilha!

O novo Chrome vai permitir que o utilizador realce uma secção de um texto e, em seguida, crie um URL personalizado para essa secção.

A grande novidade chama-se Scroll to Text. Isto porque o endereço permite redirecionar o utilizador para uma página, sendo que à posteriori é levado através de scroll para o local exacto onde está a frase destacada.

no Chrome

Entretanto esta não é a única novidade a ser preparada. É que a Google está neste momento a testar um novo ‘Dark Mode’, para o seu browser Chrome. Afinal de contas, a funcionalidade já se encontra disponível na última versão de desenvolvimento ‘Canary’.

Curiosamente, parece que a próxima versão do Google Chrome, irá verificar as definições do seu Sistema Operativo, e ligar o Dark Mode de forma automática. (Funcionalidade disponível tanto no Windows 10 como no macOS)

A identificação da utilização do modo escuro ainda não está perfeita

No entanto, como é ainda uma versão de testes, o Chrome ainda não é bem capaz de identificar quando ligar o modo. Em alguns sistemas, respeita o ‘Dark Mode’ do sistema, mas em outros, parece ignorar. É provável que a Google ainda esteja a experimentar formas de implementação.

Portanto, o ‘Dark Mode’ permite escurecer toda a interface do Browser, bem como a página inicial, novos separadores, e claro até as bordas da aplicação.

Apesar de ainda não existir uma data de lançamento oficial, é possível que a mesma aconteça em Abril, mesmo a tempo do lançamento da versão 74 do Google Chrome. Aliás, a versão atual ‘Canary’, é a versão 74, mas pode ser apenas uma coincidência.

Leia também

Ou veja mais notícias de Especiais, Featured

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Lançamento dos AMD Ryzen 3000 confirmado para meados de 2019

O processador AMD Ryzen 7 3750H chega ao mercado já em Abril!

Seguinte