China pede aos EUA para que sejam mais brandos com a ZTE


Por em

O fabricante de smartphones Chinês ZTE tem passado por dificuldades nas últimas semanas. Tudo devido aos sete anos de proibição de comercialização em solo norte americano.

Por isso, até o próprio governo Chinês está a tentar apelar ao bom senso de Washington, esperando que o governo dos EUA reveja a sua decisão e permita que os negócios entre as empresas norte americanas e a ZTE continuem sem problemas.

A ZTE foi banida no passado mês de Abril, devido a acusações de que a empresa estava a exportar materiais para o Irão.

ZTE EUA

O que viola as sanções dos EUA, por isso resultou num castigo bastante pesado para a empresa Chinesa.

Apesar das tensões sempre altas entre as duas potências mundiais, que até estão actualmente envolvidas numa guerra comercial, os Estados Unidos enfatizam que a expulsão da ZTE não tem nada a ver com esse ‘confronto’. Já a China não concorda com isso, no entanto está a fazer tudo para aliviar o castigo sobre a fabricante Chinesa, que devido a isto está em risco de perder a licença Android.

Duas fontes, que desejam permanecer anônimas devido à falta de permissão para falar sobre o assunto, disseram à Reuters que a China pediu aos EUA que levem em conta o apelo da ZTE, juntamente com seus esforços de conformidade.

Embora nada tenha sido dito dito sobre este assunto, os EUA afirmam que realmente tanto a ZTE como o governo Chinês estão a fazer tudo por tudo para limpar a sua imagem!

Como resultado, Washington dá “importância às representações da China e por isso irá passar o assunto ao presidente dos EUA”.

Além de puder perder a licença de uso do sistema operativo Android, a proibição ameaça a sobrevivência da ZTE ao negar também o acesso aos chips da Qualcomm e aos altifalantes da Dolby.

Fonte

Leia também

Ou veja mais notícias de Android, Especiais

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Etiquetas ,
Anterior

Apple reconhece problemas no microfone do iPhone 7 e 7 Plus

iPhone X foi o mais vendido no primeiro trimestre de 2018

Seguinte