Lisa Su falou sobre problemas de produção e futuro da AMD

Como deve saber, a AMD aproveitou a recente CES 2021 para fazer alguns anúncios e falar um pouco do seu futuro como gigante dos microprocessadores. Afinal de contas, agora que a AMD está numa posição forte no mercado, existem muitos mais olhos e ouvidos atentos ao que a empresa tem a dizer, e claro, o que anda a desenvolver.



CEO da AMD falou sobre problemas de produção e futuro da empresa

AMD

Portanto, a CEO Dra. Lisa Su, acredita que a AMD é agora capaz de aproveitar a sua posição de força no mercado, para apostar ainda mais forte para um futuro de domínio. Ou seja, a AMD quer apostar nas suas próprias tecnologias e inovações, sem estar preocupada com aquilo que os outros estão a fazer (NVIDIA e Intel).

Dito isto, os processadores Ryzen 5000 são neste momento a maior trunfo da empresa, ao seguirem a mesma estratégia dos Ryzen 3000 e Ryzen 2000 antes de si. Aliás, verdade seja dita, desde os Ryzen 3000 que a AMD já tinha um pouco do controlo do mercado, mas foi apenas com os mais recentes produtos que a Intel ficou para trás… O que claro está, dá a oportunidade à empresa de fazer algo muito importante. Invadir outros mercados onde as suas rivais reinam! Como é o mundo dos portáteis e o mercado de placas gráficas (desktop e mobile).

Entretanto, a CEO afirma que a AMD tem agora o seu foco nas arquiteturas Zen 4, Zen 5 e RDNA 3! Com o grande objetivo de ser extremamente competitiva. Aliás, Lisa Su afirma que este é o objetivo mínimo, o que por sua vez nos mostra o que a AMD quer mesmo fazer no mercado.

Curiosamente, a responsável máxima pela empresa também comentou o número de núcleos do processador, dizendo que o número vai aumentar num futuro próximo. No entanto, o plano atual não tem nada a ver com o da Intel, que está a planear juntar vários tipos de núcleos no mesmo processador.

A produção escasseia em relação à procura do mercado!

Apesar de todo o sucesso da AMD no mercado, a empresa não pode continuar a investir forte e feio em novos produtos… Se não tiver capacidade de produção para depois os vender em massa. (Qual é o interesse de investir no desenvolvimento, se depois não se consegue vender os produtos?)

Dito isto, a AMD não está a espera de melhorias significativas na primeira metade do ano. Ou seja, a coisa só deverá melhorar quando chegar a altura de lançar novos produtos… Contudo, a CEO também afirmou que a empresa está a investir forte e feio para não voltar a passar por estes problemas de produção no futuro.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Não perca nenhuma informação importante. Siga-nos no Google Notícias. Siga-nos ou clique no símbolo da estrela no canto superior direito.
mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Receba a nossa Newsletter

Outros artigos

Play Store: atenção a esta app com milhões de downloads!

Temos de ter realmente muito cuidado já que um...

Google Maps tem um segredo para ficar muito melhor

O Google Maps é uma aplicação que funciona com...

Waze ganha a função que pode acabar com o Google Maps

Em comparação com todas as outras aplicações não há...

(Análise) VIVO V23 5G: Um smartphone diferente!

(Análise) VIVO V23 5G: Conhece a Vivo? Estamos a...