Quando Call Of Duty: Mobile foi anunciado pela primeira vez, uma das promessas da Activision passava por permitir o suporte a comandos. Para que desta forma fosse mais fácil manobrar as personagens do jogo. O que claro está, iria oferecer uma experiência de consola aos jogadores do mundo dos smartphones.

Contudo, depois da sua data de lançamento ter ocorrido no dia 1 de Outubro, os jogadores repararam que afinal de contas o jogo chegou ao mercado sem o prometido suporte. Mas o que poderá ter acontecido?

Call Of Duty: Mobile – Qual foi a explicação dada pela Activision?

Call of Duty Mobile

Depois de toda a gente reparar na falha da Activision, os muitos jogadores fãs do clássico comando, voltaram-se às redes sociais e grupos na Internet para se queixarem. O que acabou por chegar aos ouvidos da Activision. Ora leia:

” Infelizmente, devido à mais recente atualização, o suporte para comandos já não se encontra disponível para ser utilizado.” 

Assim, se por acaso tiver o jogo e tentar procurar por essa opção, encontrará apenas uma página em branco… Uma vez que esta deixou de existir. No entanto, o título da opção continua lá, o que poderá significar que esta alteração possa não ser permanente. Mas como ainda nada foi anunciado, o melhor mesmo será aguardar por novas informações.



Depois desta alteração, será que ainda vale a pena instalar Call Of Duty: Mobile?

controle

Em boa verdade podemos admitir que esta alteração repentina deixou muitos jogadores revoltados. No entanto, esta pequena falha não altera em nenhum aspecto a qualidade do jogo. Afinal de contas, Call Of Duty: Mobile veio para competir com gigantes como PUBG: Mobile ou até mesmo Fortnite. Portanto achamos que o jogo ainda vale bastante a pena.

Em suma, se por acaso não se importa de não usar controlador em Call Of Duty: Mobile, então não perca mais tempo e adquira já o jogo que se encontra disponível na Play Store ou App Store completamente grátis.

Gostou do que leu? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo. 

Fonte

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.