As piores compras no mundo do Hardware de PC em 2018

Sem duvida que se por acaso está à procura do melhor processador ou placa gráfica para o seu PC, já vos apontámos para o caminho correto várias vezes. Por isso, desta vez, vamos falar de outras coisa… Os piores componentes de PC do ano!

No fundo, num mundo perfeito, alguns destes produtos simplesmente não existiriam! Enquanto que outros acabaram por prometer muito, e oferecer muito… Pouco…

Curiosamente, a lista nem é muito extensa! E na maioria dos casos, até era bastante perceptível que o produto era uma desilusão, muito antes da sua chegada ao mercado… Mas vamos à lista!

Nvidia GeForce GT 1030 DDR4

Esta é a pior placa gráfica do mercado em 2018! Mas atenção, não é a GT 1030, é apenas a versão com memória DDR4, da placa gráfica de entrada de gama.

Pois bem, a NVIDIA lançou o modelo original da GT 1030 em Maio de 2017… Uma placa gráfica que era obviamente fraca, mas que conseguia correr jogos pouco exigentes como Rocket League, Fortnite e CS:GO a 1080p sem grandes problemas!

Contudo, a NVIDIA resolveu mudar as regras a meio do jogo! Em suma, se por acaso comprou uma GT 1030 depois de Março de 2018, acabou por ficar com uma placa que consegue menos 40 fps no Fortnite, quando a versão original conseguia uma média de 66 FPS, pelo mesmo preço…

A NVIDIA decidiu lançar no mercado uma versão da GT 1030 com memória DDR4 em vez da muito mais rápida GDDR5. Uma pequena mudança, que causou uma queda de 65% na largura de banda da placa.

Intel Skylake-X ‘Refresh’

Quem é que ainda se lembra do lançamento do Intel Skylake-X ‘Refresh’ na Computex? Aquela apresentação de um processador de 28 núcleos a 5GHz, que precisava não de um cooler a ar ou a água… Mas sim de um ar condicionado, para o conseguir arrefecer.

Isto já para não falar que passado um dia, a AMD apresentou um produto real, com 32 núcleos e 64 threads, metendo a Intel completamente no seu bolso!

Afinal de contas, a AMD até já tem este processador no mercado, enquanto que a Intel continua a fugir desta monstruosidade de 28 núcleos, que não só precisa de uma motherboard especial, como que o seu preço vai ser ainda mais assustar que o preço das NVIDIA GeForce RTX.

Nvidia GeForce RTX 2070/2080

Esta escolha é bastante mais polémica que a primeira, mas vamos tentar explicar…

No fundo, estas placas são demasiado caras para a performance que oferecem! Afinal de contas, a diferença de performance entre a RTX 2080 e GTX 1080 Ti é de 1%, enquanto que o modelo mais recente é 100€ mais caro! O mesmo também acontece com a RTX 2070 e GTX 1080, ainda por cima, numa altura em que os preços da GTX 1080 e 1080 Ti estavam a descer de forma lenta, mas constante.

Obvio que a NVIDIA não tem grande motivação para lançar placas muito melhores que a sua anterior geração! Visto que a AMD parece estar a dormir, e nem sequer consegue competir com a GTX 1080 lançada em 2016.

Mas passados dois anos, desde o lançamento da arquitetura ‘Pascal’, é fácil dizer, que os consumidores ficariam bastantes mais felizes com um desconto nas ‘velhinhas’ placas, em vez destas placas capazes de Ray Tracing e mais não sei o quê… Que afinal de contas, apenas conseguem correr o Battlefield V com Ray Tracing ativado a 1080p a uns ‘gloriosos’ 60 FPS.

PC em 2018

Isto já para não dizer, que tanto o Ray Tracing como a tecnologia DLSS são uma piada de momento… A RTX 2070 quase que nem entra nas contas do Ray Tracing, e até a RTX 2080 Ti tem dificuldades em correr o único jogo no mercado com suporte à tecnologia! Sim, é verdade que o Battlefield V teve uma atualização que aumentou a performance… Mas foi tudo graças a um ‘corte’ nos gráficos!

Isto não é para dizer que o Ray Tracing é uma má tecnologia…Porque é realmente o próximo passo nos jogos para Computador!

No entanto, é ainda muito cedo para apostar no seu suporte! Como podemos ver com a mais recente gama de placas NVIDIA. (Já viram a lista de jogos com suporte a Ray Tracing, podem ir ver, não perdem mais que 5 segundos, de tão pequena que é.)

Agora as coisas boas do mercado de Hardware em 2018

Nem tudo foi mau em 2018! Tivemos a AMD com um excelente ano, graças aos seus processadores Ryzen e Threadripper. Bem como uma excelente performance na gama média de placas gráficas com as Radeon RX 570 e RX 580.

Similarmente, a NVIDIA também teve um excelente lançamento na RTX 2080 Ti! Conseguindo aumentar ainda mais a fasquia para a AMD.

Para finalizar, temos de falar do Intel Core i9-9900K… Um excelente CPU, a um preço estupidamente exagerado! Que infelizmente, teve um lançamento manchado, com todo o falatório à volta do ‘teste encomendado’ pela Intel à Principled Technologies.

PC em 2018