(Análise) Galaxy S21 Ultra: A Samsung aprendeu com os erros!

(Análise) Samsung Galaxy S21 Ultra: Por esta altura no ano passado, estaria muito provavelmente a tirar o S20 Ultra da caixa, para começar a sua análise. Um smartphone que me impressionou assim que lhe toquei pela primeira vez.

Mas verdade seja dita, os smartphones topo de gama da Samsung têm sempre (ou quase sempre) a capacidade de me impressionar quando os tiro da caixa. No entanto, se por ventura leu a nossa análise ao S20 Ultra, sabe que apontei alguns defeitos ao aparelho, e que por isso, acabei por não lhe dar o selo de recomendado Leak.pt.

Muito resumidamente, apesar de ser um smartphone poderoso, achei que não justificava o preço. Algo que o novo Ultra da gigante Sul Coreana fez tudo para merecer em 2021.

Pois bem, dito tudo isto, posso dizer que a Samsung soube aprender com os erros do passado! O S21 Ultra corrige muito daquilo que estava mal, sendo um pacote extremamente poderoso e apelativo para qualquer consumidor.

Mas vamos por partes.



(Análise) Galaxy S21 Ultra: A Samsung aprendeu com os erros do passado

Portanto, enquanto o Note 20 Ultra foi uma versão com algumas correções do Galaxy S20 Ultra, o S21 Ultra é muito resumidamente o melhor que a Samsung tem para oferecer em termos de ecrã AMOLED, potência computacional, e claro, fotografia. É uma espécie de canivete Suíço, com algo para toda e qualquer ocasião.

Aliás, estamos a falar de um Galaxy S com suporte à famosa S-Pen… Um aparelho que muito curiosamente me fez esquecer que o Note 20 Ultra existe, apesar de normalmente preferir o design desta gama mais ‘business’.

O Galaxy S21 Ultra é um smartphone de excessos!

Afinal, temos um módulo de câmeras traseiro armado até aos dentes, com um sensor (muito melhorado) de 108MP, dois sensores telefoto, capacidade de chegar a um impressionante Zoom de 100X (com apoio de uma espécie de ‘lock-on’, que nos faz sentir como um autêntico sniper no Afeganistão), e ainda um sensor frontal de 40MP para umas selfies ordinárias cheias de qualidade.

Além de tudo isto, temos a possibilidade de chegar aos 16GB de RAM na versão mais apetrechada do smartphone, ao mesmo tempo que contamos com um ecrã de 6.8” QHD@120Hz, e ainda um sensor de impressão digital maior, mais rápido e mais seguro.

É um smartphone que chega ao mercado logo no início do ano, mas que muito provavelmente irá ser a bandeira do mundo Android até à chegada do próximo Galaxy S. É que este aparelho é muito mais “Ultra” que o Ultra do ano passado.

Ah… E é mais barato! Mesmo tendo em conta que perdeu alguns acessórios como os auriculares e carregador rápido.

Pontos negativos?

Antes de mais nada, quer seja fã Samsung ou não, existe uma verdade absoluta… Não existem produtos perfeitos no mercado! Por isso, apesar de ter muito de bom, também existem alguns apontamentos negativos neste S21 Ultra.

Sim, é um smartphone que quer oferecer um pouco de tudo, com muita qualidade em todos os campos. No entanto, também deixa algumas coisas de lado, que muito provavelmente irão irritar alguns consumidores. Afinal, dizemos adeus ao cartão microSD, ao MST (é agora impossível usar o Samsung Pay em terminais sem NFC). E claro, como dissemos em cima, também tivemos de dizer adeus ao carregador incluído dentro da caixa do aparelho.

A tudo isto, temos ainda de adicionar o desaparecimento do audio jack, algo que já vem de trás, mas que mesmo assim continua a entristecer alguns utilizadores.

Ainda assim, na minha opinião, são pontos negativos que não chegam aos calcanhares de tudo o que temos de bom neste aparelho.

Câmeras

Especificações: 108MP + 10MP + 10MP + 12MP

Aqui não há mesmo muito a dizer, o S21 Ultra é o smartphone mais versátil que a Samsung alguma lançou no mercado, utilizando na perfeição as suas 5 câmeras, conseguindo até impressionar no modo 100x. Óbvio que uma foto capturada neste modo não irá chegar ao Instagram de ninguém, mas é notório que existiu algum trabalho, especialmente na estabilidade deste modo.

Dito isto, é agora possível tirar fotos fantásticas em qualquer ambiente! Afinal, com boa iluminação, chegar aos 30x de Zoom e ter uma boa foto não é agora uma missão impossível.

Mas talvez mais importante que tudo isto, o problema de focagem do S20 Ultra está finalmente resolvido.

Entretanto, como uma imagem vale mais 1000 palavras, veja algumas das fotos que conseguimos capturar durante esta nova quarentena.

 

Design e Utilização

Um aparelho deste tamanho (6.8”) e bateria de 5000mAh nunca pode ser leve (228g), no entanto, a Samsung corrigiu um dos problemas que mais me irritou durante o teste ao S20 Ultra… O facto do aparelho ser mais pesado na parte de cima, devido ao peso do gigante módulo de câmeras traseira que trazia pela primeira vez o novo sensor de 108MP da gigante Sul Coreana.

Pois bem, isto foi corrigido, com o aparelho a continuar obviamente pesado, mas ainda assim, muito equilibrado como pode ver na imagem em baixo. (Like all things should be! O Thanos ia gostar deste S21 Ultra.)

O S21 Ultra conta ainda com cantos arredondados, e um corpo curvo tanto na traseira como no ecrã OLED QHD capaz de chegar aos 120Hz, sendo assim muito confortável quer o use com apenas uma mão ou com as duas.

Muito resumidamente, continua a ser grande e pesado, mas deixou de ser o “trambolho” do ano passado, sendo também uma alegria para os olhos… Especialmente na tão sexy cor preta!

Ecrã e Performance

s21 ultra

Assim que tiramos o S21 Ultra da caixa e o ligamos, ficamos logo derretidos com a qualidade de imagem própria dos ecrãs AMOLED da Samsung. Um feeling que apenas fica mais acentuado quando reparamos que os 120Hz já vêm ativos por defeito.

Contudo, a resolução vem de fábrica definida em Full HD+ em vez de QHD+. Por isso, para usufruir da qualidade máxima de imagem, vai ter de ir às definições e mudar a resolução. 

O que claro está, irá resultar num maior gasto de bateria, e para ser sincero, não consigo notar grande diferença entre o FullHD e QHD num ecrãs destas dimensões. Mas o que realmente interessa, é que a opção está lá! Algo que não acontecia nos S20 e Note 20 do ano passado, que estavam limitados aos 120Hz na resolução FHD+, apesar do facto do ecrã ter a resolução nativa de QHD+.

Performance e Bateria

O S21 Ultra é um telemóvel extremamente rápido, muito devido à implementação do novo SoC Exynos 2100, mas também ao continuo desenvolvimento da interface OneUI 3.0 (Android 11). É um telemóvel super responsivo e sempre pronto a trabalhar naquilo que você quiser fazer, no momento que a quiser fazer.

Aliás, achei que o S21 Ultra até consegue bater a velocidade de abertura de algumas aplicações, sendo também mais rápido a responder a cada toque do utilizador, isto em comparação ao recente iPhone 12 da Apple. Ou seja, é mais fluído e mais “calmo”. É extremamente difícil de explicar, mas este Ultra parece uma “besta” pronta a sair da jaula, sempre com uma cara calma e risonha. Quase como a descansar o utilizador, que vai tudo correr bem… “Não te preocupes. A performance está aqui e autonomia também.”

Por falar em autonomia, se mantiver a resolução nos FHD+, tirar um dia inteiro de bateria é muito provavelmente uma das missões mais fáceis de sempre para este telemóvel. Isto sempre com os 120Hz ativos, o que claro está, prova que a Samsung foi capaz de tirar partido do VRR da melhor forma possível, visto que o próprio smartphone sabe quando deve ou não aumentar a frequência do ecrã (11~120Hz).

Dito isto, ao contrário do S20 Ultra e Note 20 Ultra, o S21 Ultra é capaz de chegar aos 120Hz na resolução máxima. Mas aqui o gasto de bateria é significativo, e a diferença na qualidade de imagem não é notória. Por isso, recomendo deixar na resolução FHD.

Conclusão

O Galaxy S21 Ultra chegou um mais mais cedo do que seria considerado normal. Mas veio cheio de força para conquistar o mercado de smartphones de 2021. É um aparelho obviamente caro, mas é também (discutivelmente), o smartphone mais poderoso que o dinheiro pode comprar.

Não recomendar o S21 Ultra, especialmente na cor preta, seria um erro crasso da nossa parte.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Se quiser saber mais, clique aqui. (Pode usar o cupão GDLEAK20 para um pequeno desconto)

Leak, Recomendado, review

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Oppo Watch 2: afinal há uma versão que tem uma surpresa!

No ano passado a OPPO apresentou o primeiro smartwatch chamado Oppo Watch. Dito isto, este equipamento até teve direito a uma edição especial com...

Mundo dos portáteis abriu os braços aos ecrãs OLED (com 90Hz!)

Gostava de ver ecrãs OLED no mundo dos portáteis? Está lentamente a acontecer! (Graças a fabricantes como a ASUS e a fornecedores como a...

XBOX: segunda metade de Setembro cheia de novos jogos!

A Microsoft está a adicionar muitas novidades ao XBOX Game Pass nesta segunda metade de Setembro e isto são sem dúvida grandes notícias. Especialmente...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!