Análise – Call of Duty: Black Ops 4: Afinal o que é que vale?

Call of Duty: Black Ops 4

O Call of Duty é uma das maiores sagas de jogos da actualidade, afinal de contas… Quem é que não conhece, ou nunca jogou um Call of Duty?

Pois bem, este ano o jogo (Black Ops 4) foi desenvolvido pela Treyarch e lançado um mês mais cedo do que é habitual, tendo em conta que estes jogos são sempre lançados em Novembro.

Jogabilidade e Gráficos

Sobre a jogabilidade, é algo que mudou do jogo anterior (Call of Duty: World War II) para o Black Ops 4, o jogo apresenta uma fluidez incrível! Até parece que o nosso comando são os nossos olhos, cada movimento que fazemos com ele o jogo faz no momento.

Em paralelo, os gráficos do jogo estão magníficos, a textura e os detalhes das armas, dos mapas novos (e antigos) e das personagens estão incríveis. No entanto, por vezes, os gráficos demoram um pouco a carregar sendo esse o ponto negativo.

Gameplay

A nível de Gameplay, no Black Ops 4, em vez de uma regeneração automática de saúde, pela qual o Call of Duty é conhecido, os jogadores agora terão que se curar manualmente, assim como recarregariam uma arma.

Posteriormente, temos uma outra novidade no jogo, o recoil preditivo, uma característica que torna o recoil de cada arma mais simples.

Portanto, com o recoil preditivo, conseguimos controlar melhor as armas enquanto disparamos continuamente. Algo que nos outros Call of Duty’s era um bocado complicado de controlar.

Call of Duty: Black Ops 4

Além de tudo isto,  no Black Ops 4 temos o ‘scorestreak’ que vêm roubar o lugar ao ‘killstreak’, que tanto criticado foi nos últimos jogos da saga.

A mini-campanha ou ‘Especialist HQ’

Primeiramente, e também infelizmente… Este ano, o Call of Duty: Black Ops 4 foi lançado sem campanha! Com a Treyarch a por todo o seu foco no modo ‘online’.

No entanto, apesar do Black Ops 4 não ter uma campanha tem o Especialist HQ, que vamos arriscar dizer… É realmente uma mini-campanha misturada com tutoriais que nos ajudam a jogar com as personagens do jogo.

Em suma, se jogaram Black Ops 3 vão estar familiarizados com a maioria dos especialistas. E se tiverem necessidade de alguma história, não se preocupem, porque ao fazerem os tutoriais vão desbloqueando algumas ‘cutscenes’ que vão contar um pouco do que se passou na vida dos especialistas e na realidade, desta mini-campanha.

Black Ops 4

Similarmente, no Especialist HQ também temos vários desafios que vão sendo completados à medida que joga os ditos tutoriais.

Portanto, ao completar os desafios irá receber os ‘cartões de jogador’! Que poderá exibir quer no Multiplayer, Zombies ou no novo modo Blackout.

Alguns deles englobam as estrelas de bronze (dificuldade recruta), prata (dificuldade regular) e de ouro (dificuldade veterano).

Black Ops 4

Dito isto, enquanto completava as ‘estrelas’, reparei que não existe quase diferença nenhuma entre a dificuldade ‘regular’ e ‘veterano’, sendo que, o meu recorde de kills foi na dificuldade mais alta, onde cheguei a matar 106 bots.

Mas de volta aos desafios… Em alguns deles temos de fazer 100 headshots, e outros, matar 100 bots com armas ou equipamentos dos especialistas. Por isso, alguns acabam por ser um pouco mais complicados por não terem equipamento ou habilidades ofensivas como Crash e o Recon.

O famoso Multiplayer

Black Ops 4

Enquanto jogava Multiplayer, senti-me nostálgico, parecia que tinha voltado aos tempos de Modern Warfare 2, Modern Warfare 3 e até Black Ops 2!

Em boa verdade, com os Jetpacks de fora, parece que o Call of Duty está de volta ao caminho certo!

Contudo, não posso dizer que os anteriores Call of Duty eram maus… Porque no fundo, adorei jogar ‘Advance Warfare’ e ‘Infinite Warfare’.

Continuando com o Black Ops 4, as armas têm algumas variantes, como as que podemos ganhar (ainda não percebi como), mas fiquei com a ideia que podem ser ganhas no Black Market.

Quanto aos acessórios das armas… Agora alguns acessórios têm níveis onde só podemos utilizar um acessório de nível 2 se o de nível 1 tiver a ser utilizado.

Black Ops 4

Curiosamente, o formato de algumas, as miras e até a forma de carregamento, fazem lembrar algumas armas de Call of Duty’s anteriores!

Como a Rampart, que é uma assault rifle parecida com a Scar-H, e a Cordite a Sub-machine fez me lembrar a PDW do Black Ops 2.

Ainda existem poucos modos Multiplayer, mas com o tempo, isto deverá ser solucionado.

Black Ops 4

O nível máximo no Black Ops 4 é o nível 55, mas por acaso, nem é muito difícil ”lvlvar’… Em suma, se jogar para se divertir e aproveitar o jogo ao máximo, é garantido que vai subir rapidamente.

Os modos de jogo como ‘Hardpoint‘ e ‘Domination’ são os mais fáceis se quiser subir o mais rapidamente possível de nível.

Os incríveis Zombies

Black Ops 4

Os zombies este ano apresentam um novo modo de jogo, que se chama Rush!

Este é um modo competitivo onde os jogadores começam todos com 3 vidas, e terão de se ‘desenrascar’ ganhando vidas extra, ou com ‘perks’ que estão disponíveis ao longo do modo de jogo.

Black Ops 4

As classes aqui apresentam algumas mecânicas novas como a arma especial! Em síntese, temos quatro disponíveis, onde se inclui o ‘Martelo de Valhalla’.

Durante o jogo podemos mudar a arma inicial, trocando para uma pistola ou shotgun, é à vontade do ‘freguês’. Similarmente, podemos escolher os quatro perks que queremos utilizar em jogo! Como os talismãs que trazem alguns bónus, em que por exemplo, um deles é começar com um perk logo de inicio.

No lugar das granadas, podemos utilizar granadas com ácido e/ou claymores. Mas, entretanto, ao chegarmos ao nível máximo desbloqueamos a sentry gun (sentinela) que é mais poderosa, e também pode ser usada no lugar da granada.

Black Ops 4

Os Zombies também têm um tutorial como novidade! Isto, no caso de ser novo no jogo, e assim aprender o básico como ressuscitar os jogadores que estão a jogar connosco, a construir escudos ou algumas armadilhas, a comprar perks , ou a desbloquear o Pack-a-Punch.

Portanto, ao acabar o tutorial vai receber um certificado de sobrevivência. Uma espécie de prémio por ter completado o tutorial, sendo isto uma forma criativa e divertida  que a equipa da Treyarch arranjou para o felicitar.

Black Ops 4

Por enquanto, ainda só temos três mapas (ou quatro no caso de terem o season pass)… Mas é preciso salientar que todos os três mapas principais contam com os famosos ‘easter egg’s. Ou os passos para revelar as cutscenes da história deste modo que foram descobertos.

O novíssimo Blackout

Black Ops 4

O Blackout é o mais recente modo de jogo, e que no fundo, substitui a campanha de Black Ops 4…

O Blackout ou como toda a gente conhece… O ‘Battle Royale’ do Call of Duty, é um modo de jogo que terás de matar todos aqueles que te aparecem à frente, e em paralelo tentar sobreviver à tempestade que se está aproximar.

  • Algumas personagens de Blackout são desbloqueadas consoante o nosso nível em jogo! (A primeira é desbloqueada no nível 20.)

Black Ops 4

Em síntese, o Blackout tem 80 níveis e ao chegar ao nível máximo, recebe a personagem Battle Hardened! Mas, também é possível desbloquear algumas personagens no ‘Black Market‘.

Embora não seja o meu modo de jogo preferido, foi sem dúvida uma experiência divertida.

Black Ops 4

Concluindo, o Black Ops 4 é um jogo que vai o prender durante muitas horas! E onde irá ter vários objectivos como desbloquear camuflagens para as armas, e/ou completar alguns desafios para ganhar calling cards especiais.

Veredicto

Na minha opinião, este é um jogo que dificilmente ficará na prateleira sem ser tocado durante muito tempo.

Aliás, o jogo já entrou no top 3 do segmento Battle Royale. Onde de momento é o modo mais jogado! Similarmente, os Zombies e o Multiplayer mantiveram o nível que era esperado.

Em suma, apesar de não ter campanha… Este Black Ops 4 acaba por ser um dos melhores Call of Duty até agora! Especialmente, para quem adora passar o dia agarrado à TV a jogar online.

Até vou arriscar e dizer… A ‘Golden Age’ de Call of Duty está de volta!