Processadores AMD Ryzen chegam aos portáteis

No último ano, temos visto a AMD a voltar ao que era antigamente, uma ameaça constante à Intel.

A nova arquitetura Zen que vemos nos processadores AMD Ryzen conseguiu oferecer concorrência ao domínio que a Intel tem tido nos últimos anos, desde os topo de gama “Threadripper” até aos mais baratos “Ryzen 3”.

Mas agora, a AMD meteu o seu alvo num mercado ainda mais apetecível, o mercado mobile, nomeadamente portáteis. 

Discutivelmente o segmento de mercado mais importante no mundo dos computadores, que tem sido dominado pela linha i3, i5 e i7 da Intel, muito devido à fraca concorrência da AMD.

Dito isto, a empresa apresentou 2 processadores mobile, o AMD Ryzen 5 2500U e o AMD Ryzen 7 2700U, pensados para portáteis ultra finos.

Como a empresa disse em Maio, estes processadores são tecnicamente APUs, ou “unidades de processamento acelerado”, que combinam um CPU com um GPU integrado, num único chip.

Neste caso, o Ryzen 5 2500U e o Ryzen 2700U, são CPUs com GPUs Radeon Vega.

AMD Ryzen
Os novos processadores vão incluir GPUs Radeon Vega

Esta é uma vantagem chave da AMD !

Enquanto que a Intel, precisa de um parceiro como a Nvidia para apresentar gráficos de topo, a AMD tem dentro da sua própria casa a solução.

A Intel também produz soluções gráficas, mas seja por causa de patentes ou falta de experiência no ramo, a linha Iris e Intel HD nunca foi algo que um entusiasta tivesse orgulho em usar.

Ambos os processadores são chips de 15W, oferecem 4 cores e 8 threads. 

  • Ryzen 5 2500U – frequência base de 2.0GHz com boost até aos 3.6GHz
  • Ryzen 7 2700U – frequência base de 2.2GHz com boost até aos 3.8GHz

Quanto ao GPU, o 2500U oferece 8 unidades de computação(CU) Radeon Vega com a frequência de 1100MHz, enquanto que o 2700U oferece 10 CUs com a frequência de 1300Mhz.

No papel, estes processadores portam-se bem contra a nova oitava geração da Intel, que foi lançada há um mês, mas temos de esperar pelos benchmarks.

AMD Ryzen
Die do novo Ryzen

A AMD afirma que os novos processadores oferecem performance dramaticamente superior em comparação com a ultima geração!

  • Cerca de 200% mais performance no CPU e 128% no GPU.

Mas lá está, não se deixem enganar por estes números, a ultima geração não era nenhum exemplo de poder computacional.

Conclusão

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Office: há uma nova versão para insiders e já pode descarregar!

A Microsoft lançou uma nova versão do Office para insiders e já a pode e deve descarregar. Trata-se da Build 14517.20000 e está disponível para...

Conta Google: atenção se receber este aviso pode ficar sem conta!

É muito raro conseguirmos encontrar uma pessoa que não utiliza produtos Google como o Gmail e o Google Fotos, ou que não tem uma...

Surpresa! Netflix renovou esta série para a segunda temporada!

Com o passar das várias semanas de cada mês, vamos recebendo cada vez mais projetos na Netflix. Sendo que os mesmos acabam por se...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!