AMD já veio a público explicar a frequência máxima dos Ryzen 3000

AMD Ryzen

Durante o passado fim de semana, a AMD decidiu fazer uma grande atualização às páginas de produtos dos novos Ryzen 3000, para explicar de maneira bastante explicita o que quer dizer com “Max Boost Clocks”. Que em boa verdade, tem sido um termo ‘vendido’ como a frequência máximo que o processador consegue alcançar sob condições ditas ‘standard’.

Em suma, a AMD descreve o termo ‘Max Boost Clock’ como a frequência single-core máxima que o processador é capaz de alcançar sob condições normais. O que vários utilizadores perceberam como o ‘Boost’ máximo que o processador consegue fazer em apenas um núcleo.

Afinal de contas, como é que funciona o Boost Máximo dos Ryzen 3000?

Ryzen 5 1600

No entanto, o que realmente acontece é que a AMD espalha o seu ‘Boost’ por todos os núcleos em condições de aumentar a sua frequência. E faz isto de uma maneira progressiva, de maneira a espalhar o trabalho de forma igual.

Ainda assim, um dos núcleos irá ser sempre o escolhido para contar com o maior ‘Boost’ possível, enquanto os restantes irão acompanhar, mas sempre com decréscimos na ordem dos  25~50MHz.

Pode ver o gráfico em baixo, para perceber a maneira como os núcleos do Ryzen 7 3700X aumentam a sua frequência.

Ryzen 3000 boost

Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião, nos comentários em baixo.

Fonte


Com a atualização de drivers, os Ryzen 3000 ficaram ainda melhores

AMD Ryzen

A AMD roubou finalmente o trono da performance à Intel, no início do mês passado! Quando finalmente lançou a sua terceira geração de processadores Ryzen. Introduzindo assim no mercado a arquitetura Zen 2 de 7nm.

Isto, ao mesmo tempo que manteve suporte ao Socket AM4 (Motherboards B350/B450/X370/X470).

No entanto, como é normal com quase todas as novas tecnologias, os Ryzen 3000 chegaram a mercado com alguns problemas… Que felizmente, a AMD já teve tempo de analisar e resolver com um novo pacote de drivers para o chipset!


Leia o resto do artigo aqui.