Acabaram-se os problemas com as atualizações do Windows!

A Microsoft anunciou a suspensão de todas as atualizações opcionais do Windows a partir de maio próximo por um período indeterminado. No entanto, estes fabricante vai continuar a disponibilizar atualizações de segurança mensais.

Acabaram-se os problemas com as atualizações do Windows!

As medidas de contenção prejudicam grande parte da economia, inclusivamente em setores que podem usar o teletrabalho. A Microsoft não é exceção à regra. Dito isto, esta empresa deve colocar em “stand-by” determinados projetos e dar prioridade a atividades vitais para a empresa e para os seus clientes. No seu site, a Microsoft anunciou a suspensão de todas as atualizações do Windows, exceto as relacionadas com a segurança.

A partir de maio de 2020, a Microsoft já não vai lançar atualizações opcionais (tipos C e D) para todas as versões do Windows, incluindo as versões do servidor. A empresa continuará, no entanto, a disponibilizar a atualização mensal de segurança na segunda terça-feira de cada mês para indivíduos e empresas.

as atualizações do Windows!

Esta pode ser uma boa decisão, pois as atualizações recentes do Windows normalmente são acompanhadas de problemas críticos. Na situação atual, pôr em risco a estabilidade do sistema operativo é certamente a última coisa que a Microsoft quer fazer aos seus clientes.

Na declaração que o gigante de Redmond fez aos seus clientes pode ler-se que “temos avaliado a situação da saúde pública e entendemos o impacto que está a ter nos nossos clientes. Em resposta a esses desafios, resolvemos dar prioridade às atualizações de segurança. A partir de maio de 2020, colocámos em pausa todas as versões opcionais não relacionadas com a (atualizações C e D) para todas as versões suportadas dos produtos de cliente e servidor do Windows (Windows 10, versão 1909 até ao Windows Server 2008 SP2).

A Microsoft também deu resposta às preocupações dos seus clientes que ainda usam a versão 1709 das edições Enterprise, Education e IoT Enterprise do Windows 10. Na prática tinham receio de não poderem migrar até 14 de abril, altura em que esses produtos vão deixar de ser atualizados. A empresa decidiu, portanto, aumentar o suporte até 13 de outubro. Assim, vai conceder mais tempo para as pessoas não estarem neste momento com preocupações adicionais num altura tão complicada.

Leia também:

Alerta! Não instale o último update do Windows 10!

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

1 COMENTÁRIO

Leia também