ZX Spectrum: Aliens: Neoplasma 2

É mais uma das grandes notícias do ano: a sequela de Aliens Neoplasma, o fabuloso jogo lançado pela Sanchez Crew no início de 2019, apanhando todos de surpresa e vencendo a competição ZX-DEV-MIA-Remakes sem espinhas. Na altura demos-lhe um 10, e hoje voltaríamos a fazê-lo, pois o jogo, mesmo tendo sido desenvolvido em tempo recorde, é fantástico.

ZX Spectrum: Aliens: Neoplasma 2

Depois disso a equipa lançou mais alguns jogos, com destaque para Delta’s Shadow, outro jogo de 10 (merecidamente) e que até tinha algumas semelhanças com Aliens: Neoplasma, quer na temática futurista, quer na mecânica. Tinha, no entanto, um método mais complicado de carregamento, necessitando de hardware adicional.

Quanto a Aliens: Neoplasma 2, acabado de sair, para já ainda não tivemos oportunidade para o experimentar. Infelizmente estamos fora e só durante a semana conseguiremos pegar no jogo. Mas isso não nos impediu de ir vendo alguns vídeos, tomando as devidas notas. E daquilo que vimos, podemos dizer que é mesmo bom, não ficando atrás dos outros dois jogos referidos. Concordamos que não inova assim tanto, mas o que é que isso interessa, quando a base é tremendamente divertida e com uma jogabilidade fora-de-série?

Deixamos também algumas notas em relação a esta versão.

Assim, tudo começa quando a nossa heroína, Ashley, se encontra mais uma vez sozinha, à espera de ser interrogada pelos colegas para tentarem saber o que se tinha passado no final da primeira parte da história, nomeadamente o que tinha acontecido com a nave, a carga, e, acima de tudo, com os alienígenas. Mas desta vez temos Aquiles, a IA, do nosso lado.

Se bem se lembram, em Aliens: Neoplasma, esta consciência que dava pelo nome de Aquiles tinha enlouquecido, fazendo de tudo para nos eliminar. Agora pretende alojar-se no corpo de um androide, para isso necessitando da ajuda de Ashley e tornando-se seu aliado (temporário). Além disso, o próprio pessoal da estação, apesar de prender Ashley, esqueceu-se de a revistar, guardando Ashley uma chave de fendas, que usou para escapar do cativeiro e para fazer uns belos furos nas gargantas dos seus inimigos (ninguém disse que este jogo não seria violento).

O jogo é agora maior que a prequela, tendo três níveis autónomos e aumentando muito o tempo de jogo, naquela que era uma das poucas lacunas de Aliens: Neoplasma. Mas retém toda a jogabilidade, animação e grafismo do primeiro episódio. Perante tudo isso, muito ficaríamos surpreendidos se esta sequela também não obtivesse a nota 10. Veremos se conseguimos arranjar tempo para uma análise mais aprofundada. Até lá, poderão vir aqui descarregar o jogo, tendo um custo de 8 usd, tendo também uma versão para o Spectrum Next.

Siga a Leak no Google Notícias e não perca todas as informações mais importantes.

mm
André Leãohttp://planetasinclair.blogspot.pt/
Tive o meu primeiro computador em 1985, um TC 2048, que me iniciou na informática. Apesar de no final dos anos 80 ter definitivamente passado para os 16 bits, o bichinho do Spectrum e clones sempre ficou, até aos dias de hoje. Atualmente coleciono tudo o que tenha a ver com o Spectrum e vou estando a par das novidades deste mercado, sendo fundador do blogue Planeta Sinclair.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.

Artigos relacionados