Xiaomi quer dominar o mercado global com a ajuda da Redmi!

Os mercados internacionais estão cada vez mais importantes para a Xiaomi. Isto faz todo o sentido. Só deste modo será possível assegurar um crescimento contínuo. Se numa determinada parte do mundo as coisas estiverem menos bem, existem as outras para compensar. Numa entrevista ao site Sina Tech, o CEO da sub-marca da Xiaomi (Redmi), Lu Weibing, não fez questão nenhuma em esconder este facto. De facto, até detalhou abertamente os planos da empresa para uma expansão a pensar no domínio global.

Xiaomi quer dominar o mercado global com a ajuda da Redmi!

Xiaomi.

Vamos olhar para o exemplo da Índia que é um mercado gigante. Neste país, a Xiaomi e a Redmi já dominam o mercado de smartphones à sete trimestres. Como facilmente percebemos, não é fácil para uma marca estar 10% à frente da Samsung que se encontra no segundo lugar. No entanto, este feito não faz a Xiaomi cruzar os braços. De facto, quer levar tudo a um novo nível e atingir o marco de 50%.

Redmi 7

A empresa chinesa e a sub-marca Redmi são responsáveis por 29% de todos os envios para distribuição na Índia.

Dito isto, atingir os 50% não vai ser fácil. No entanto, também não é impossível. Afinal de contas, sete dos dez smartphones mais vendidos neste país pertencem à Xiaomi. Entretanto, a sub-marca Redmi anunciou que mais de 2 milhões de Redmi Note 7 foram enviados para distribuição.

Xiaomi.

Fora da Ásia, a Xiaomi também quer manter o seu plano de expansão. A Europa é sem dúvida um alvo, mas ainda há um longo caminho a percorrer. No velho continente a marca chinesa ocupa a quarta posição atrás da Samsung, Apple e Huawei. Assim, a Xiaomi tem muito que trabalhar e a Redmi poderá ser uma ajuda valiosa.

A Xiaomi é sem dúvida uma das marcas mais interessantes do momento. De facto, está a crescer bastante e parece estar a seguir atentamente os passos de outro gigante Chinês, a Huawei. Tivemos uma aposta inicial na gama baixa e média até chegar aos topos-de-gama. Algo que já aconteceu! Temos também a marca “premium” Xiaomi e a sub-marca Redmi. Exatamente o que se passa com a Huawei e a Honor.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Deixe um comentário